quinta-feira, novembro 30, 2017

2º Pedal da Integração



O 2º Pedal da Integração é uma iniciativa do Conselho Municipal de Turismo de Alfredo Wagner, através de seu Núcleo de Pedal e do grupo MTB Bom Retiro,  com apoio da Loja Apache, CyclesBeto e Desafio Bom Retiro de MTB. Tem como intuito integrar os ciclistas de Alfredo Wagner, Bom Retiro e região, em um roteiro incrível, cheio de descidas, aventuras, belas grutas e cachoeiras. Com um percurso de 34km para quem sai de Alfredo Wagner e 37km para quem parte de Bom Retiro, o pedal tem o seguinte roteiro:

Para quem sair de Alfredo Wagner – Saída às 08h00min da Praça da Bandeira, no centro da cidade. Subida pelo vale do Rio Águas Frias até a BR-282, avançando até a comunidade de Lomba Alta;

Para quem sair de Bom Retiro - Os ciclistas irão se encontrar às 08h00min em frente à Praça Central de Bom Retiro com destino a comunidade de Lomba Alta em Alfredo Wagner. Passarão por lugares com magníficas paisagens, na comunidade da Entrada dando vida ao cicloturismo da cidade.

No Museu de Arqueologia da Lomba Alta acontecerá o encontro entre os ciclistas vindos de Alfredo Wagner, da Serra Catarinense e demais cidades vizinhas. Após o encontro dos grupos será servido um lanche, com frutas e água para a hidratação dos ciclistas.
Então, juntos seguirão até a Gruta do Poço Certo.
A Gruta do Poço Certo possuiu um visual exuberante e os visitantes são contagiados não apenas pela sua beleza, mas também pela paz que habita o local. Recarregadas as energias, os ciclistas subirão até próximo a Fazenda Campinho onde se inicia o Downhill pelo meio das plantações de Pinus e Eucaliptos. São descidas intensas que exigem cautela, mas proporcionam altas doses de adrenalina.
A descida finaliza na comunidade de Riozinho, onde os ciclistas terão direito a saborear um delicioso churrasco, com venda de bebidas.
A grama verde e o rio de águas límpidas convida para um banho! Quem não resistir, pode aproveitar para se refrescar, enquanto o churrasco quentinho é servido.
Há 400 metros do local do churrasco fica a Gruta do Riozinho, outro local que encanta os visitantes. Uma cachoeira de mais de 20 metros e uma caverna ampla e iluminada são as atrações desta gruta.
O retorno é realizado por dentro da comunidade do Riozinho com uma parada na Antiga Colônia Militar Santa Tereza, hoje Catuíra. De lá, seguimos até o centro, passando pelo Saltinho e finalmente retornando a Praça da Bandeira, onde um transporte conduzirá os ciclistas da Serra até a cidade de Bom Retiro.  



Informações adicionais:

- Valor por pessoa para quem sai de Alfredo Wagner: R$35,00
- Valor por pessoa para quem sai de Bom Retiro: R$:35,00
- INSCRIÇÕES até o dia 8 de dezembro.

O que está incluso?

- Frutas;
- Churrasco de confraternização;
- Entradas;
- Sorteio de brindes Loja Apache;
- Condutores;
- Transporte de volta - Alfredo Wagner para Bom Retiro;


Equipamentos de segurança obrigatórios:

- Capacete;
- Luva;
- Calçado adequado.

Itinerário:

08:00h - Saída do centro de Bom Retiro em direção a comunidade de Lomba Alta;
08:00h - Saída do centro de Alfredo Wagner em direção a comunidade de Lomba Alta;
09:30h - Encontro entre os ciclistas que saíram de Bom Retiro e Alfredo Wagner;
10:00h - Parada na gruta do Poço Certo;
11:30h - Previsão de chegada no local do churrasco e Gruta do Riozinho;
15:30h - Retorno para o centro de Alfredo Wagner.


*O valor pago de inscrição não será devolvido. Caso tenha chuva na data escolhida, o evento será transferido para uma nova data a ser informada até quatro dias após a data oficial.
Requisitos para inscrição no Evento:
- Ser maior de 18 anos;
- Estar apto tecnicamente e clinicamente;

- Estar de acordo com o Regulamento Básico.
TERMO DE RESPONSABILIDADE *

Reconheço e concordo que: 1. Participo por livre e espontânea vontade e assumo os riscos conhecidos ou não e responsabilizo-me integralmente pela minha participação; 2. Declaro que estou apto a participar do evento e que possuo conhecimento sobre a modalidade exigida deste evento e do regulamento que o rege; 3. Autorizo o uso de minha imagem para fins de divulgação do evento, em qualquer meio de comunicação, sem ônus para a organização ou patrocinadores 4. Isento a organização de responsabilidade sobres incidentes que por ventura venham a ocorrer; 5. Estou ciente que não será devolvido o valor da inscrição em caso de cancelamento do evento na data aqui estipulada em função de mal tempo. 6 - Estou ciente de que este é um evento sem fins lucrativos, afim de confraternizar os ciclistas da região. 7 - Tenho consciência de que o evento não contará com carro de apoio ou socorrista.

Algumas fotos:
















Fotos do Local:











terça-feira, novembro 28, 2017

Programação do Natal “Um Sonho nas Nascentes” em Alfredo Wagner


02/12 – Feira da Família – com muitas atividades e brincadeiras na praça para as crianças (das 09:00h ás 14:00h).
02/12 – 1º Batizado de Capoeira com troca de cordas - no Ginásio da E.E.B Silva Jardim (a partir das 14:00h).
03/12 – Abertura oficial do Natal “Um sonho nas nascentes” com chegada do Papai Noel e apresentações culturais e artísticas na praça (a partir das 20:00h).
05/12 – Fotografe com o Papai Noel – Local: Praça da Bandeira (das 20:00h ás 21:00h).
07/12 – Tour Natalino de bicicleta – Saindo da Praça da Bandeira, passando pela casa do Papai Noel no Trevo seguindo até o Recanto do Arte (saída ás 19:00h).
11/12 – Trenzinho do Papai Noel.
12/12 – Trenzinho do Papai Noel.
14/12 - Fotografe com o Papai Noel – Local: Casa do Trevo (das 20:00h ás 21:00h).
19/12 – Café Compartilhado na Praça – Para viver o espírito natalino de partilha e fraternidade, participe trazendo um prato e compartilhando-o na Praça da Bandeira com apresentação musical (a partir das 20:00h).
21/12 – Serenata na Praça da Bandeira – Grande encontro para juntos cantarmos músicas natalinas em uma noite agradável ao redor da figueira (a partir 20:00h).

23/12 – Feira da Família – com muitas ofertas e a presença do Papai Noel (a partir das 09:00h).

quinta-feira, novembro 23, 2017

1º BATIZADO DE CAPOEIRA E TROCA DE CORDAS DE ALFREDO WAGNER



No próximo dia 2 de dezembro, acontecerá no Ginásio da Escola de Educação Básica Silva Jardim um grande encontro de Capoeira. O batizado de capoeira e troca de cordas reunirá vários grupos de capoeira em um evento que visa condecorar o desenvolvimento dos atletas.
O grupo de capoeira alfredense, “Guardiões da Cultura” iniciou suas atividades em Alfredo Wagner, no dia 22 de outubro de 2016. O jovem instrutor Samuka, conquistou o respeito e amizade do grupo que cada vez se consolida mais forte e cumprindo os objetivos desse esporte.
A Capoeira é uma manifestação cultural brasileira permeada de ritos e tradições. Ela vem de um passado de sofrimento, resistência ao poder dominante e de esperança de liberdade. Tem em seu bojo um misto de luta, brincadeira e festa.
O grupo Guardiões da Cultura, foi criado pelo Mestre Binho e conta hoje com 14 participantes ativos - entre eles: Marcos Vinicius (Raça), Gabriel da Silva (Bomba), Manoel Anatalicio Ribeiro (Manéca), Lucas Borges (Cabelo), Jorge Henrique Kuster Amorim (Jorginho), Antoni Forster (Totonho), Vitor Schutz (Bad), Rafael Forster (Gigante), Reinaldo Souza (Pocan), Samoel Carlos Vitor (Samuka) - e tem como princípios em todos os treinos aprenderem a parte instrumental, cultural e de movimento da capoeira. A capoeira é utilizada como uma forte ferramenta de transformação social, pois os valores repassados aos alunos, vão muito além dos movimentos, mas são pautados na responsabilidade, na família, na educação e respeito ao próximo.
A cerimônia será a primeira graduação de muitos integrantes do grupo, que irão ter a honra de receber a corda verde e cinza, quando menores de 14 anos e a verde para os maiores que já estão em um nível mais avançado. Além disso será também um momento de troca de corda para o instrutor Samuka, que conquistará sua 5ª graduação. O evento do dia 2 contará com a presença de outros dois grupos de capoeira , o  Grupo Filhos de Tigre e Grupo de Capoeira Movimento e Ginga, que uni capoeiristas de vários outros países como: França, Nova Zelândia, Japão, etc...bem como outros nomes importantes da capoeira do estado de Santa Catarina, entre eles: Mestre Tigre, Mestre Cobra, Mestre Binho, Monitor Mano, Monitor Camuanga, Professora Pimenta, Professor Dumbo, Formado Perna Longa, Graduada Marrenta, Graduada Bolachinha, Graduada Dourada, Graduado Soldado e Graduado Águia.
A partir das 14:00 horas as portas do ginásio estarão abertas e contam com sua presença, a entrada é 1kg de alimento não perecível que será doada ao hospital de Alfredo Wagner.

Os treinos do Grupo Guardiões da cultura ocorrem na Academia Ativida todas as terças e quintas as 20:00 e a roda de capoeira nos sábados a partir das 15:00 na praça da Bandeira em Alfredo Wagner. Todas as pessoas podem entrar no grupo através de uma aula experimental e um teste.

quarta-feira, novembro 22, 2017

O ANO - É DELA CAROL PEREIRA PRESTES A LANÇAR SEGUNDO LIVRO NO ANO

O ANO É DELA
CAROL PEREIRA PRESTES A LANÇAR SEGUNDO LIVRO NO ANO

Na última quinta-feira (19), Caroline Pereira, popularmente conhecida como Carol, realizou uma entrevista com a turma do 9ª4 da Escola de Educação Básica Silva Jardim, sobre seus livros. A entrevista foi organizada pelo professor Mario Sérgio Kalbuch e acompanhada pela professora Ana Paula Kretzer. O resultado da entrevista se tornou uma reportagem, esta escrita pelos alunos: Bruna Botelho, Thais Guckert Meinel e Bianca Forster.


Carol Pereira moradora de Alfredo Wagner, é extremamente apaixonada pelo povo e pela cultura da cidade, onde nasceu e foi criada. Até o fim do ano passado, ela trabalhava na E.E.B. Silva Jardim, como orientadora de Tecnologia Educacional. Ela trabalhou no Silva Jardim durante 8 anos, mesma escola onde estudou fazendo com que existisse um forte vínculo com a mesma.
O governo cortou verbas extinguindo seu cargo. Foi então que ela deixou a rede estadual e passou a trabalhar no município.
Ela conta que foram várias as inspirações para seu primeiro livro, “As aventuras de Eva Schneider”. Mas o que motivou a realmente criar o livro; ela conta na apresentação do mesmo:
“Nem tinha amanhecido. Eu estava sentada na varanda da casa da minha vó, esperando uma carona e comecei a pensar em várias coisas (...). Sobre o fato de morarmos numa cidade com lugares incríveis, com uma história rica que está se perdendo no tempo (...). Ali mesmo, ainda antes dos primeiros raios de sol iluminarem a paisagem, a Eva nasceu.”

Esse livro conta a história de Alfredo Wagner na visão de uma garota de 12 anos, Eva Schneider. Na história, ela veio da Alemanha para ficar com seus tios no antigo Barracão, onde vive muitas aventuras com seus amigos.
Essa obra foi motivo de orgulho para Carol e para a cidade, sem dúvidas foi muito bem recebido por todos. Ela conseguiu despertar nos moradores a vontade de aprender sobre a história de Alfredo Wagner, de um jeito diferente, mais divertido.
Agora ela lançará o seu segundo livro, “Conhecendo Alfredo Wagner”, que deve sair em dezembro desse ano. O que muitos não sabem é que ela passou quatro anos tentando lançar esse livro. Em meio a promessas não cumpridas e caminhos que não tiveram o resultado esperado ela passou quatro anos com o sonho de tornar seu livro real. A autora conta que “ considero esse meu primogênito, apesar de na verdade ele não ser o primeiro, porém, foi a partir dele que surgiu a inspiração e adquiri o conhecimento necessário para escrever Eva! Estou imensamente feliz por essa conquista. Convicta de que devemos persistir em nossos objetivos”.

Os dois livros da autora foram criados a partir de projetos que ela desenvolveu na Escola de Educação Básica Silva jardim. O primeiro “Conhecendo Alfredo Wagner” foi desenvolvido com os alunos do 2º ano do Ensino Médio Inovador em 2013 e o segundo “As aventuras de Eva Schneider” foi desenvolvido com os alunos dos Anos Iniciais em 2016. Os dois projetos são premiados pelo Professores do Brasil, um prêmio do MEC que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.
A professora nos conta que: “recebi a informação sobre o prêmio com o projeto da Eva a pouco tempo, mas eu sempre acreditei que ele tinha muito potencial. Enquanto professora, acredito que quando se trabalha com o que faz parte da vida do aluno, sem dúvidas consegue-se uma ligação mais forte entre o educando e o conhecimento. Esse projeto rompeu os muros da escola, pois as famílias tiveram forte participação, a sociedade em geral se envolveu com o projeto. E por fim, com a ajuda da sociedade, das famílias, dos alunos, meu empenho e de meus amigos conseguimos lançar o livro, que hoje já vem sendo amplamente utilizado em outras escolas para ensinar sobre a nossa história e isso me deixa imensamente feliz e faz desse projeto algo muito importante. ”
Espera-se que o segundo livro seja tão bem recebido quanto o primeiro. Conhecendo Alfredo Wagner é um projeto incrível, e além disso, para Carol, ele é um símbolo de que, se a gente persistir no que queremos, tudo é possível.

- “Conhecer nosso lugar, nossos antepassados, é conhecer um pouco mais sobre nós mesmo. ”

segunda-feira, novembro 20, 2017

COM FEBRE AMARELA, PELA SEGUNDA VEZ


Quem não quer conhecer outra cultura, uma história vasta e de quebra o mar do Caribe? Todo mundo quer e esse meu sonho estava se tornando realidade, mas a febre amarela me atingiu novamente.
Quem lê meu blog sabe do perrengue que passei em 2016, quando em um mochilão pela América do Sul sofri os efeitos colaterais da vacina contra a febre amarela. Deixei para tomar a vacina na última hora e sofri demais por isso, perdi 7kg – bem que eu queria perder isso hoje – e quase empatei minha viagem.
Pois bem, raios caem duas vezes no mesmo lugar e febre amarela pode cair como um raio na vida de uma pessoa, também por duas vezes.
Estava eu contente, com viagem toda preparada para Cartagena, fui a São Paulo pegar um avião da Copa Airlines, até meu destino, com uma escala na Cidade do Panamá – onde está situado o aeroporto conhecido como o hub das américas, por distribuir os viajantes ao seus destinos. Ao chegar ao guichê, eis que o pesadelo começa.
Minha carteirinha de vacinação da febre amarela – a mesma com qual já entrei em vários países – não foi aceita e a moça da copa me disse que eu deveria esperar até “amanhã’ (16/11) para fazer a nova carteirinha na Anvisa do aeroporto, pois naquele dia por ser feriado o local estava fechado, mas que ela estava remarcando minha viagem para o dia seguinte e então daria tempo de eu fazer a carteirinha e pegar o primeiro avião com destino a felicidade.
Já entrei em desespero, isso significaria um dia inteiro vagando sem rumo pelo aeroporto, mais uma vez me sentindo o protagonista do filme “O terminal”, e já muito frustrada, por estar trocando um dia de sol do caribe por cadeiras desconfortáveis de um aeroporto.
Do mal de virar o “Viktor Navorski” fui salva por Rita, uma é amiga que me chamou para ir até a casa dela, que fica próxima ao aero.
A Rita é uma grande amiga, daquelas dos tempos da Carol Toller, do Kid Abelha, parceira de inúmeras viagens, em especial uma para o Rio em 2009, que corremos por dentro dos tuneis que ligam Copa a Botafogo, roubando banners e aquela minha primeira viagem internacional, para Buenos Aires, onde eu tinha vergonha até de comprar um refrigerante em um bar. Então seria injusto falar que foi um dia inútil, pois muito pelo contrário, foi um dia divertidíssimo, onde rimos muito, comemos muito e ouvimos e assistimos muito Kid Abelha. A empolgação e o papo eram tanto, que deixamos passar batido um show de nossa “musa mor”, que estava rolando por lá, lembrando apenas pouco antes, impossibilitando nossa ida. A noite ainda pude ver pela TV o Corinthians ser campeão brasileiro e ouvir a festa dos manos.
No dia seguinte me despedi de Rita e segui, novamente com as malas cheias de esperanças para Guarulhos. AGORA EU VOU EMBARCAR. Fui até a Anvisa, peguei a maldita carteirinha e segui para a fila do check-in, pronta para romper fronteiras e escrever muitas legendas com a aquela música da Shakira, “Hips Don't Lie”, “Como se llama (si), Bonita (si), Mi casa (Shakira Shakira), su casa… “. Não deu.
Se agora eu tinha a famigerada carteirinha, não tinha mais vaga no voo. O hub estava sem portas. A moça do dia anterior não remarcou minha passagem, simplesmente deixou ela em aberto, para quando tivesse vaga e... não tinha mais, pelo menos não pela próxima semana. Eu não era a única nessa situação, éramos muitos, todos desesperados, vendo o sonho virar pesadelo. Tentei argumentar, chorei, fui meiga e por fim fui grosseira, com a aparente falta de interesse em me ajudarem. Para resumir, se eu pagasse 4.000 reais eu poderia embarcar – fala sério, com esse dinheiro vou pra Europa. A única solução era voltar para casa.
No meio de toda essa confusão fiz uma amiga – sim, eu sou a Carol e faço amigos – que estava em uma situação parecida com a minha, pagou 1.200 reais e iria chegar ao seu destino. Ela também é professora e então, dei um livro da Eva para ela, com a seguinte dedicatória: “Já que eu não posso ir para Cartagena, leve Eva junto com você”!
Ainda tive mais alguns transtornos. Não consegui trocar minha passagem de volta, que seria dia 22/11, tive que comprar outra e esperar até as 21:40. Fiquei lá, mofando no aeroporto, penas com Rita Lee sendo minha companheira, pelas páginas de sua autobiografia maravilhosa. Embarquei no avião com o rabinho entre as pernas e o coração em frangalhos. Me senti muito impotente, muito frustrada e desanimada. Era um misto de tristeza, um pouco de culpa e desespero. Monica e Monique me abrigaram em Floripa, antes de eu pegar a 282 para casa, sem carimbos e com a mala cheia de decepção. 
A febre amarela me vitimou pela segunda vez, e mais uma vez com minha parcela de culpa.

Agora tenho que esperar até março, para passar essa história a limpo.  

FEIRA DA FAMÍLIA NA PRAÇA DA BANDEIRA - DEZEMBRO



No mês de dezembro a Feira da Família entrando no clima natalino realizará duas edições, nos dias:
02/12 – Com muitas atrações na Praça para as crianças, brinquedos, diversas brincadeiras e diversão garantida.
23/12 – Feira especial de Natal com chegada do Papai Noel.

VENHA PRESTIGIAR A FEIRA E CURTIR DIAS AGRADÁVEIS NA PRAÇA DA BANDEIRA, QUE ESTARÁ TODA ENFEITADA, ESPERANDO O NATAL CHEGAR.


A Feira conta com produtos artesanais, coloniais, orgânicos, gastronômicos e barracas de promoções da CDL. Acontece das 9:00h as 16:00h.