quarta-feira, agosto 05, 2009

Dor

-->
Nós estamos acostumados a sempre tentarmos sair de situações desagradáveis, mas as vezes nos deparamos com casos, onde somos completamente impotentes, onde não podemos fazer nada, a não ser confiar em Deus.
Tenho fé, e uma relação bastante íntima com ela. Rezo todos os dias, e confiava que ele poderia salvar meu pai. Infelizmente, minha fé foi bastante abalada nesse final de semana. A saúde do meu pai tem piorado bastante, e parece que as únicas pessoas que confiam em sua reabilitação, somos eu, ele e um dos meus irmãos. Fiquei desesperada.
Minha relação com meu pai era um pouco distante, abalada por dramas familiares, separações e uma educação rigorosa, cobrada de mim por parte dele. A minha figura de pai era um pouco distorcida e desbotada. Depois de alguns anos, amadurecimento de ambos, feridas cicatrizadas, nossa relação foi se tornando algo bonito, cheia de companheirismo, afeto e amor. Tenho orgulho de meu pai, e sei que ele tem de mim. E agora tudo isso está por um fio. Pior, a vida dele para alguns parece ter um prazo de validade.
Eu não entendo a frieza de algumas pessoas. “ Não tem esperanças, jeito não tem mais, o pai de vocês vai morrer, e não tem nada que possamos fazer”. Obrigada pelas palavras de apoio. Sou adulta, sabia que a situação era grave, mas realmente não sabia que era para eu sentar cruzar meus braços e assistir a morte do meu pai. Mais insensível que isso, só falar isso para uma criança de 13 anos, que tem o pai como um herói, companheiro e amigo, e nem por um segundo teve a imagem do pai abalada como eu eu tive. Isso foi horrível. Meu desespero foi ainda maior, quando me vi dentro do carro chorando e olhei para trás e vi o desespero do meu irmão. Insensibilidade e falta de fé. Tá certo que devemos ter os pés no chão e estarmos preparado para o pior. Mas não podíamos ter ficado sem chão, nem sem esperanças. Mentiram para a gente, e agora nos jogaram no meio de uma realidade dura e cruel ao extremo. Pensamos que teríamos nosso pai bom de novo, forte e disposto como sempre foi, imagem bastante diferente da que temos hoje, onde ele tem 50 quilos e mal consegue ir ao banheiro sozinho. Nosso Pai motoqueiro, que nos levava para trilhas e nas voltas pelos lugares mais lindo da nossa cidade. Nosso pai gaúcho, cheio de orgulho do seu estado e histórias pra contar.
Por mais que me digam o contrario, não posso desanimar, nem perder as esperanças. Me disseram que Deus é o cara mais fodão do mundo, e que sabe o que faz. Acredito e confio nele. E espero que ele também ache que meu pai deve viver. Esses dias, estava olhando de longe, um amigo de meu pai foi visitar ele, e o levou para uma volta de moto. Meu Pai sentou na garupa, quando a moto começou a andar ele abriu os braços, e eu pude sentir ele apreciando o vento em seu rosto, a sensação de liberdade, tão diferente da realidade que ele vive hoje, de meses em cima de uma cama. Deus devolva isso para ele, e não me deixe perder meu pai, nem a fé no senhor. Obrigada.

Carol Pereira

29 comentários:

  1. Vou confessar que fiquei um pouco de preguiça de ler, mas depois de começar a ler seu texto vi, o tanto q vc gosta do seu pai, eu tbm qeria gostar do meu tanto quanto vc gosta do seu, mas ele não faz nada pra q eu faça isso por ele, digamos q ele não tá nem ai pra mim e pra meus irmãos, mas eu tenho minha familia, minha Tia q chamo de Mãe e moro com ela desde de pequeno, e eu amo eles.
    Melhoras pro seu Pai.

    ResponderExcluir
  2. olá passando mais uma vez no seu blog exelente ...vita linda essa ai da foto ahuuhahua parece um lugar bem calmo
    abrç
    www.celebritypoke.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Amiga, pode me incluir na lista porque eu também acredito na recuperação do seu pai! Tenho certeza que sua fé não será abalada e que tudo isso é só uma fase ruim da sua vida!Rezo todos os dias para que seu pai consiga transpor todos esses obstáculos e para que Deus dê conforto a vcs nesse momento! Quando tudo isso acabar me convido pra ir a AW andar de moto com ele tb! Muita força amiga e conte comigo!
    Te amo!

    ResponderExcluir
  4. Esse texto é tão verdadeiro q me fez chorar!
    Me vi, mas em outra em outra situação.
    Pode acreditar q eu também estou torcendo muito para o teu pai, do fundo do meu coração!

    ResponderExcluir
  5. Perdi meu pai e sei o quão é duro vermos nosso herói adoecendo... força, gata!

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  6. OMG...
    como eu amei seu blog.
    adorei voce no template de fundo!
    Bom carol lendo seu texto eu marco bastante em mim porque eu sempre tive e tenho ate hoje uma relaçao super pesada com meu pai!
    ele deixou minha mae quando eu tinha apenas 3 anos de idade entao nao e facil tratar um homem ao qual nao se teve um pingo de convivencia como pai neah!
    mas e isso ai adorei seu blog sempre que der estarei aqui bju

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    estou visitando blogs como o seu para convida-la
    para participar da 3a edição do Prêmio M3,
    um concurso que elegerá o melhor Blog de 2009

    ::

    www.premiom3.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu confesso que fiquei com preguiça também, mas o texto me prendeu, e senti uma vontade forte de de te dizer que a fé a nossa maior arma. É algo que que ninguém pode nos tirar, sabe? Eu espero que as impossibilidades da vida não te tirem nunca a esperança. Força aí, Carol. Tem alguém te olhando de cima. ;)

    ;*

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. aai Carol :/ quase chorei cãra. agora quando tava lendo a história do teu pai, eu me lembrei do meu avô, claro não é a mesma coisa né, mais eu perdi ele com apenas 4 aninhos, mal sabia o que estava acontecendo com ele. hooje eu me perguntou porque Deus levou ele tão cedo de miim, meu, só eu sei oo TANTO que eu AMO ele, apenas em 4 anos eu vivi muito com ele, mais não oo suficiente, e sabe, me pergunto, porque Deus me levou ele assim cedo sem que eu pudesse ao menos me despedir sabendo o que estava se passando? aaaai como faz falta, hoje eu apenas posso rezar por ele e pedir a Deus que cuiide dele, aa dor é grande de saber que nunca mais verei ele, as vezes eu tentava me enganar, dizendo que ele tava vivo, tudo pra curar minha dor, mais era envão .. :s ai, nem sei o que te diizer .. te diizer pra ter muita fé em Deus, mais sabe, eeu sempre vou estar contigo, e teu pai tem muito orgulho de ti sim, éis uma ótima filha, assim cmo tens orgulho de ter ele como teu pai, mais ah, fooorça aaí Carol, eeu sei que é horrível isso, e tem momentos que o silêncio é melhor do que eu falar um monte de besteira sem nexo sabe, por isso só te digo que conta comigo sempre !

    ResponderExcluir
  11. Carol, vc consegue emocionar qlq um com suas palavras, pq todos os textos q já li aqui até hj, sempre são escritos com o mais puro dos sentimentos. Não perca sua fé, pq independente do q aconteça sempre podemos contar com Deus! Deus não nos faz passar por provações das quais não somos capaz de suportar e seguir em frente. Ele estará sempre ao nosso lado, nos dando força pra seguir em frente. Acredite, mantenha sua fé, pois tudo dará certo! Beijos, querida...te adoro mtão. Saiba q pode contar comigo para o q precisar!

    ResponderExcluir
  12. Invejo, de verdade, pessoas que têm uma relação tão bonita com o pai. Não posso dizer que sei o que você está passando.. Primeiro porque não tenho assim.. um paaaai pai.. segundo porque nunca tive ninguém tão próximo de mim que passasse por um problema grave de saúde.. Mas torço do fundo do meu coração para que tudo fique bem.
    Força pra você, pro seu pai e pra toda sua família. É o essencial para vocês nesse momento.

    Beijinhos e qualquer coisa, tamo aê cabritinha! :*

    ResponderExcluir
  13. Carol... tudo o que eu achei necessário te dizer já te falei pelo msn... então Fé em Deus, não perca as esperanças.... conte sempre com seus amigos, qualquer coisa da um grito, ok??
    Bj

    ResponderExcluir
  14. Nunca é bom quando pessoas importantes pra gente acabam em situações difícies. Quando esta pessoa é um pai ou uma mãe isso se torna ainda mais complicado e doloroso.
    Mas acho que o pior nisso tudo é a sensação de incapacidade diante do fato e de não poder ajudar, ou ao menos amenizar a dor.
    Diante disso, não nos resta muita coisa além de sentir e compreender que os dias não são sempre coloridos, e que no meio sempre existem dias pretos e brancos. Sim, esses dias são ruins, mas nem de todo mal eles são, pois se não fossem eles não teriamos a chance de lembrar o quão coloridos e contrastantes foram outros dias e ainda mais os que se passaram em conjunto de alguém especial.

    Não há muito o que fazer além de esperar, mas enquanto o tempo se encarrega de trazer uma solução, lembre-se sempre dos bons e simples momentos.

    Tenho certeza que Deus fará o melhor e não se esqueça que ele nunca nos entrega uma pedra que não podemos carregar, mas uma suficientemente grande pra que possamos crescer e cumprir nossa missão em nosso caminho.

    Abraços e muita força pra você e seu pai trilhando o melhor caminho possível.

    ResponderExcluir
  15. Caarol, SEMPRE acredite (y)
    ele lá em ciima, vaai te ajudar, Garanto ;)
    ee eu te doo maior apooio, e Tenho ceerteza que ele vaai melhorar,
    pela foorça que taais teendo, ee pelo Bom homen que teeu paai é!
    ;* (l)

    ResponderExcluir
  16. Eu não tive preguiça de ler, uhauaua! E ao terminar o texto, tava chorando! Muito lindo tudo que tu falou do teu pai, eu gosto tanto dele!:( Eu tô contigo, acreditando³ em Deus e em que Ele possa curar teu pai, devolver uma vida cheeeia de alegrias pra ele! Estou do seu lado pro que der e vier, torcendo muiiiito pela cura dele!
    Te amo, linda! (L)

    ResponderExcluir
  17. Bródi!! Nessa hora, só tenho dizer que incluí seu pai nas minha orações da noite, desde que vc contou que ele havia piorado. Saiba que, como vc mesma escreveu, Deus sabe o que faz e, pode parecer estranho, ma aprendi que ele nunca nos dá uma cruz mais pesada do que podemos carregar. E, se der, coloca nossos amigos ao nosso lado para ajudar a levar! Eu to aki, sempre
    mandando energias positivas pra vc e pro Seu Taba. Ele vai se recuperar! Pode acreditar. Bejão. qqer coisa dá um grito!

    ResponderExcluir
  18. Força pra seguir em frente, fé em Deus e esperança sempre, tá?
    Se precisar de uma palavra amiga, pode contar comigo, Guria.

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  19. Carol! Meu chaveirinho que tanto amo! Confesso que estou aqui engasgado e com os olhos cheios dágua. Realmente, a realidade que enfrentamos é dificil e um pouco diferente da que gostariamos de viver. Porém, os sonhos só morrem quando deixamos de acreditar que eles são possíveis. Não importam o quanto te desanimem, apenas a sua vontade, manterá o seu sonho vivo. Não perca a fé, o Cara lá de cima está nos vendo, Ele sabe de tudo! Imagine que a vida é uma roda gigante, um dia estamos embaixo, no outro, no topo, novas pessoas entram e outras saem. Assim ela vai girando e seguindo sua ordem natural, que é girar, girar, girar e sempre girar.

    Te adoro muito!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  20. Carol, vc sabe que eu te entendo mto bem né.. vc é uma das poucas pessoas que sabem do que eu passei. Eu não sei o que dizer pra vc, pq minha fé ficou mto abalada depois que perdi minha mãe.. não sei mais se acredito nisso tudo.. mas eu acho que vc tem que torcer e rezar sim, tudo é válido pra gente salvar quem a gente ama. Vou torcer pra que seu pai se recupere e saiba que pode contar comigo sempre!! Te amo demais viu??

    Bjão imenso.

    ResponderExcluir
  21. Well... comentar um texto desses é uma tarefa árdua, hein?
    Que dizer numa hora dessas?
    Digo que espero que tudo fique bem - lógico - e que vc não perca as esperanças nem se decepcione com o que acredita.
    Confesso que sou confusa demais com essas coisas, não sei no que acreditar, de verdade...
    Mas acho que ter esperança não depende de nenhum ser superior ou super-herói...

    Força pra você, seus familiares e pro seu pai, principalmente.
    Espero, de verdade,que acontecendo o que tiver que acontecer, vcs continuem fortes, unidos e com esperança, sempre em frente.
    :)

    ResponderExcluir
  22. Minha relação com meu pai não é das melhores, mas pelo jeito, no seu caso, as coisas ficarem diferentes depois de um tempo...

    E é como eu tava te falando, é só ter fé que as coisas vão melhorar. Meu avô luta contra um câncer de fígado há quatro anos, e acho que pela sede de viver dele, a coisa foi se arrastando de um jeito que ele ainda hoje tá aqui com a gente, e bem, diga-se de passagem.

    Nesses momentos difíceis a melhor coisa a fazer é aproveitar cada segundo com intensidade e sem medo do futuro...

    Desejo do fundo do meu coração que ele melhores de verdade e que continue por muitos anos cuidando da filha linda que ele tem, ok?

    Beijos, e força, viu?

    ResponderExcluir
  23. Se serve um pouco de consolo, mesmo sem te conhecer e sendo a primeira vez que venho aqui, EU TAMBÉM ACREDITO NA RECUPERAÇÃO DO SEU PAI.
    Eu não sei o que ele tem, há quanto tempo ele está doente, e quais são as chances.
    Mas eu não acredito nunca que não há chances, porque SEMPRE EXISTE CHANCE.
    Não perca sua fé, não perca sua esperança, não deixe de pensar nem por um segundo que ele vai sair dessa. Às vezes será dificil fazer isso, quase impossivel, mas mantenha-se forte! Acredito na força do pensamento, e no que eles atraem para a gente. TENHA PENSAMENTOS BONS, E ELES ATRAIRÃO COISAS BOAS.
    Toda força do mundo para você, e para seu pai.
    ___________________
    Soletra Pra Mim?
    www.soletrapramim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. CAROL, MINHA GATA...
    ESTOU TORCENDO PARA A RECUPERAÇÃO DE TEU PAI. ... E EMOCIONADA COM SUA FORÇA FÉ EM DEUS. ISSO É A BASE DE TUDO: FÉ.
    SAIBA QUE OS ANJOS DO SENHOR ESTÃO AO TEU LADO, HOJE E SEMPRE!!!
    DEUS É PODEROSO. CORAGEM E SIGA EM FRENTE FIRME NA VONTADE DO PAI E NÃO NA NOSSA,QUE ELE SABE O QUE PRECISAMOS PARA ENCHERGARMOS A SUA MISERICORDIA E SEU AMOR POR NÓS.
    BEIJOS.

    ResponderExcluir
  25. então somos 4 que acreditamos na recuperação dele (Y)

    ResponderExcluir
  26. Carol, me desculpe por quase não passar aqui pelo seu blog, tem uma série de fatores q acabam deixando ele escapar, mas aqui estou pra te dizer o qto me emocionei com o seu texto. Passei por algo semelhante há algum tempo atrás, ter meu pai ali, entre aquela linha tão fininha entre vida e morte. É simplesmente inexplicável a sensação q sentimos qdo alguém que nos deu à vida, está próximo de perdê-la. Graças à Deus e aos excelentes médicos que passaram pelo caminho dele, hj está tdo bem. Mas ainda sinto akele calafrio cortante quando me lembro dos momentos de agonia em q estive mergulhada. Minha mãe diz q a lei natural das coisas é que eles (nossos pais) tenham q ir antes dos filhos, mas me recuso a aceitar essa ordem. Acho q não suportaria...mas, por outro lado, acredito tbm q Deus nunca nos dá um fardo que não possamos carregar e o que nos resta é simplesmente a esperança e a fé de que tdo vai dar certo ou então de que, mesmo depois de muito, mas muito sofrimento e lágrimas derramadas, a gte veja q a vida continua e que é hora de seguir adiante, com um pedaço à menos no coração e na alma, mas ainda sim guerreiros! Eu desejo tdo de melhor na recuperação do seu papis e sabe que pode contar comigo para TUDO o que precisar. Te amo de montão!!!

    ResponderExcluir
  27. oi Carol continue com esta esperança e fé, dando muita força para seu pai. beijos Maria Alvina

    ResponderExcluir