segunda-feira, julho 13, 2009

Aquela Fase

Estou adorando meu trabalho no colégio, claro que peno para me acostumar com a postura de educadora que é exigida de mim, até porque minha área não é bem essa, mas estou mergulhando em um mundo que pensei que não ia enxergar, viver mais... o mundo dos adolescentes, cheios de sonhos, avassaladoras paixões e tempestades.
Passar os recreios com eles me remete a um passado nem tão distante, onde eu era personagem ativa dos recreios do colégio, onde era eu quem vibrava , ou via minhas amigas vibrando ao receberem aquele simples sorriso do garoto mais concorrido do colégio, que ficavam bobas pelo menino mais velho ter dito para a amiga de não sei quem que a achava bonita, que ficavam com a cabeça cheia de dúvidas tipicas da idade, dúvidas que nos tiravam o sono, nos faziam ficar horas ao telefone com a melhor amiga pensando em qual a melhor solução, dúvidas que se ocorressem hoje, resolveríamos em um piscar de olhos. Coisas que pareciam tão complicadas, nossos problemas pareciam tão imensos, o papo de rebelde sem causa não se encaixava para a gente, eramos rebeldes sim, mas não sem causas... Tínhamos todas as causas do mundo para achar que o mundo todo estava contra a gente, eram as espinhas, os cabelo revoltados, os pais que nos achavam muito novos para fazer algo, mas depois soltavam aquela frase “você não é mais criança”, eram os garotos que ora eram bobos, ora não nos davam atenção , eram os meus óculos, eram tantas coisas. E bem no meio dessa fase, tem-se que se escolher a profissão que deve-see seguir pelo resto da vida. Pronto instaura-se a paranóia do vestibular, nessa fase o caos está completo. Eles estão passando por tudo isso, e vejo como eu fui dramática, como eles são...
Depois disso eles vão passar a se acharem maduros, depois de surtar, achar que vão morrer, ele vão entrar na faculdade, eles aprendem, passam a achar os problemas do colegial bobos e então... BUUMM a vida muda todas as perguntas. Vão se ver adultos em um mundo canibal. Hoje olhando para o passado vejo que, quiserrá eu ter esses problemas agora. É bem verdade que a vida nos ensina, e aprendi, e hoje esses problemas não fazem nem cocegas em meus grande problemas, quem sabe no futuro meus grandes problemas de hoje virem um texto também... a vida é assim, o fato é que é muito bom poder viver isso vendo tudo por outro ângulo, e ver que essa fase nos faz sofrer em vão, hoje vejo que os bonitões estão barrigudos, fora de forma e sem aquele charme de antigamente, que as garotas populares já passaram do ponto, os gênios, continuam gênios, e os Nerds CDFs, um dia saem de trás dos livros, e vão viver a vida, e escrever blogs. =P

Carol Pereira

6 comentários:

  1. Muito bom o texto e é o que dizem, é melhor uma mulher ficar com um nerd rico do que um bunitão sem nada :D

    parabéns pelo blog

    bjo





    http://www.oncecaldassm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. parabens por essa fase, e que bom que está gostando, sou educador desde 2002, gosto muito disso

    bjsss

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog, espero poder voltar mais vezes aqui para conferir as novidades.

    Abraços e tudo de bom, e boa sorte nessa caminhada.

    http://www.hinodeonline.net/05095459

    ResponderExcluir
  4. ana paula bernardino13 de julho de 2009 16:50

    Ahhhhhhhhhhhh, e um dia os Nerd's e CDF's saem de trás dos livros e vão viver suas vidas e escrever blog's!!! hauhauhauhaua! E comentar blog's! Prazer, eu fui CDF!
    hauhau

    parabéns bródi

    pelas palavras e expressão dos sentimentos! E que seus adolescentes nào ouçam seus conselhos!! hauhauahuah

    ResponderExcluir
  5. Se eles ouvirem, eles não vão acreditar! HUAUHUHAUHAUHa

    ResponderExcluir
  6. Sempre vai ser minha pequenininha, apesar de ter te conhecido ja grandinha...

    hehehe

    Mas eu vejo tu, uma educadora ainda bebe! =)

    ResponderExcluir