sexta-feira, junho 26, 2009

As Cartas que eu não mando...


Eu sempre penso em você, lembro do que me ensinou, e tento fazer de tudo para que o senhor tenha orgulho de mim, porque foi você que me ensinou todos os princípios que mais dou valor no mundo, sei que muitas vezes eu devo ter te decepcionado, te envergonhado, mas saibas que essa nunca foi a minha intensão, o senhor foi a pessoa que mais amei e admirei no mundo.
Até hoje fico relembrando as historias das suas viagens, das pessoas que conhecias, das vidas que passavam por você... Eu amava quando a gente ia para o sitio la na água fria e o senhor deixava eu ir dizendo qual era o caminho (como se você não soubesse, fazendo eu me achar a pessoa mais esperta do mundo porque sabia o caminho e você não), lembro daquele eclipse em 94, que eu mal entendia o que estava acontecendo, mas o senhor disse que era uma coisa que eu veria de novo tão cedo, foi por causa do que eu queria ser o " Rei " do Gado... E uma perfeita amazona, que eu estudava matemática pra ser tão esperta quanto você era. Era com o senhor que eu dormia de mãos dadas, e com você que eu assistia a novela, foi você que me ensinou que o melhor time do mundo era o Corinthians, e foi comigo que o senhor assistiu aquele ultimo jogo de futebol, e naquela mesma noite comentou sobre a abertura do Rei do gado. E depois na manha seguinte, me deu aquele ultimo olhar que na vida eu não vou esquecer... NUNCA.
Sei que fazem 13 anos, mas eu queria poder te dizer tanta coisa . TANTA! Te dizer que eu cresci, que eu tenho orgulho de quem você foi, que você faz uma falta danada, e que em todos os momentos importantes da minha vida eu penso em ti. No dia da apresentação do meu TCC, foi em vc que eu mais pensei. Apenas grandes pessoas são lembradas com amor, mesmo fazendo bastante tempo que se foram, então, onde quer que você esteja, saiba que seu papel foi cumprido com excelência aqui na terra, e eu vou pra sempre lembrar e amar o senhor! Que o azul dos seus olhos e a ternura de suas palavras não tinham igual! Te amo Zé!

Carol Pereira

6 comentários:

  1. Toda vez que leio esse seu texto, me emociono. Inevitável.
    Te amo, Caroline, estou com saudades!

    ResponderExcluir
  2. Me emocionei mtoo lendo esse texto.
    Beijo Carol :)

    ResponderExcluir
  3. Tem pessoas na nossa vida que se vão embora,mas sempre deixam boas lembranças, beijos.

    ResponderExcluir
  4. que lindo, Carol! (:
    tive um vô Zé também... foi delicioso ler seu texto.

    bjão.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo Carol, me emocionei ao ler sua carta, comigo aconteceu semelhante situação, perdi alguém muito especial, o amor da minha vida, pai de minhas filhas.Ao ler coloquei-me no lugar delas.....foi muito triste.........

    ResponderExcluir
  6. Noossa... como eu fiquei sem palavras! Tive que vir aqui comentar... A cada linha que eu lia era como se esse texto fosse meu, sabe? Com as coisas que passei, com as lembranças do meu tão incrível vô! Parabéns pelo texto, Carol! Tá simplesmente incrível!

    ResponderExcluir