quinta-feira, maio 02, 2013

Itinerário – Brasília


Sexta-Feira:
Do aeroporto, vamos direto para a Câmara dos Deputados. Almoçamos num restaurante que fica no 10º
andar do Anexo IV, descemos até o 6º pra conhecer o gabinete do Pena e seguimos num passeio dentro do Congresso Nacional (Câmara + Senado).
Ponte JK (foi eleita, em 2003, a ponte mais bonita do mundo) e Pontão do Lago Sul. Lá a gente vê o pôr do sol, janta e vai pro hotel.

Sábado:
Palácio da Alvorada – Residência oficial da Presidente da República.
Congresso Nacional e Palácio da Justiça – Fotografias no lado de fora.
Torre de TV – É a segunda estrutura mais alta do Brasil, com 224 metros. Um elevador coloca os turistas a 75 metros de altura, de onde a gente tem uma visão bem bacana da cidade. Nos pés da torre há uma feirinha de artesanato, onde podemos comprar algumas lembrancinhas da capital.
Memorial JK – O nome é auto explicativo, mas eu vou pontuar algumas coisas pra garantir: lugar dedicado ao presidente que transferiu a capital do Rio para Brasília. Aliás, ele inventou Brasília.
Almoço no Xique Xique – Restaurante na Asa Sul que serve comida nordestina.
Igrejinha – Visita rápida à quadra 108, a mais antiga de Brasília. Ali há a Igrejinha, uma capela construída por Sarah Kubitschek – e projetada por Niemeyer – para pagar uma promessa.
Biblioteca Nacional de Brasília – Um prédio grande, cheio de problemas estruturais. O acervo é formado só por doações e não é aberto para consulta do público. Mesmo assim, vamos visitar.
Museu Nacional – De museu não tem absolutamente nada. Contudo, há exposições interessantes por lá. Esses dias tinha uma sobre a África que me deixou impressionado. Não crie expectativas.
Catedral Metropolitana de Brasília – Linda!
Itamaraty – Sede do Ministério de Relações Exteriores. Parada para uma fotografia.
Praça dos Três Poderes – Há bastante coisa ali:
a) Bandeira – É a maior bandeira hasteada do mundo;
b) Espaço Lúcio Costa – Maquete enorme de Brasília, com localização subterrânea;
c) STF – Onde trabalha o Negão Barbosa.
d) Palácio do Planalto – Onde trabalha a Presidente da República;
e) Candangos – Monumento em homenagem aos construtores braçais de Brasília;
f) Panteão da Pátria – Espaço que evidencia os heróis nacionais;
g) Museu da Cidade – Por fora é bonito; por dentro, sem graça. Traz escrita nas paredes a história de Brasília, desde sua concepção até sua construção.
Santa Fé – Happy Hour. Jantamos qualquer coisa, bebemos qualquer coisa, curtimos uma bandinha ao vivo e simbora dormir.

Domingo:
Como o voo é às 11h42min, temos que chegar pelo menos às 11h no aeroporto. E aí é preciso sair do hotel com 30 minutos de antecedência. Se algo do que tivermos programado não for visitado no sábado, fazemos isso domingo de manhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário