terça-feira, dezembro 30, 2014

50 linhas de 2014

Tentar definir um ano em algumas linhas não é uma tarefa fácil mais vou tentar. Esse não foi o ano de minha vida, mas certamente algumas coisas que aconteceram nele vão ser lembradas por mim até o final de meus dias e muitas delas me farão sorrir de orelha.
Neste ano que está chegando ao fim eu ganhei uma afilhada que é a copia da pessoa que mais ano na vida, a Sophia é linda e é cara da vó Neli;
Em 2014 realizei algo que queria fazer a muito tempo e para minha surpresa foi ainda melhor do que eu esperava. Aos trancos e barrancos estamos aí!
Visitei 4 países esse ano, dois deles pela primeira vez;
Exercitei muito o meu inglês em minha segunda vez em New York;
Comecei a gostar do vinho de Buenos Aires;
Conheci a famosa cerveja mexicana;
Andei sozinha pela capital Paulista;
Saltei de parapente e meu apaixonei por mais um ângulo do Rio;
Iniciei meu mestrado e quase me descabelei de tanto estudar;
Enfrentei muita “maresia” no Uruguay;
Eu vivi uma copa no Brasil, ou, pelo menos a metade dela;
Sofri muito com sete gols da Alemanha e foi difícil viver isso na casa do Suarez;
Conheci o El Pony Pisador;
Comi muita sardinha e muito sushi nas terras do pampa sem fim;
Conheci pessoas maravilhosas esse ano, gente que certamente fará parte de minha vida daqui para frente;
A Candida não foi;
Virei por um mês e meio a mania do “like no youtube”;
Fui a regente mais babona de todos os tempos e vivi muitas alegrias junto com os nossos três terceirões;
Criamos uma rádio no Whats, cheia de paródias e diversão;
Existiu uma disputa pela presidência do clube “I hate Carol Pereira Club” e eu tenho algumas revelações que podem deixar a disputa ainda mais acirrada e as participantes com ainda mais ódio;
Eu disse algumas vezes a frase “Ela é duas vezes melhor que eu” mesmo sabendo que é uma inverdade;
Recebi  pela segunda vez o Prêmio Professores do Brasil, do MEC, o que me fez ainda mais apaixonada pela educação;
Fui madrinha de casamento duas vezes, e resolvi rever o cronograma e adiantar meu casamento em um ano, o que me fez ter menos tempo para encontrar meu homem;
Choveu muito na minha horta, mas sou difícil – ou chata;
Minha convivência com meus irmãos ficou muito mais próxima;
Morri de amores e suspirei de paixão;
Ri demais de um saleiro;
Não cumpri minha meta e esse ano li apenas 8 livros;
Pesquisas revelam que em 2014 continuo tendo a vó mais gostosa de todo o mundo;
O ano seria muito bom, mas nem tudo são flores e vai doer lembrar de uma certa avaliação que de construtiva não teve nada e destruiu não só minha alto estima mas também meu coração;
O final do ano foi difícil, mas um mês não pode apagar o brilho dos outros 11 e assim será.
Que 2015 seja um ano ainda melhor do que este que está em seu último dia.
Que meu sorriso seja fácil;
Que eu seja mais esperta e saiba em quem confiar;
Que eu tenha ainda mais momentos daqueles que me fazem sorrir só de lembrar;
Que continue tendo meus amigos ao lado;
Que tenham muita saúde, paz e amor todos que quero bem;
Que 2015 seja melhor do que a encomenda e seja maravilhoso para todos nós.
A gente tem que sonhar senão as coisas não acontecem! E eu sonho muito!






Nenhum comentário:

Postar um comentário