quarta-feira, maio 06, 2009

Bit a Bit

Cada vez mais as pessoas se aproximam no mundo, eventos, acontecimentos, as noticias chegam até nós de forma surpreendentemente rápida, tudo está interligado, realmente em uma “grande rede “.
Em minha vida, muita coisa gira em torno de um computador, primeiro a faculdade que fiz, minha carreira, que estão diretamente ligadas a ele, depois vem o caso da comunicação, a facilidade de comunicação que o computador juntamente com a internet nos da, é gigante, podemos falar com pessoas de todo o mundo, e assim é, tenho amigos de toda parte, com quem tenho contato diário e por isso, realmente fazem parte da minha vida.
Outro ponto importante sobre a internte, me vejo a alguns anos atrás, quando ainda não tínhamos internet banda larga em nossa cidade, o nosso atraso era imenso, pois era tudo no “boca a boca”, as novidades tecnologias demoravam a chegar, pesquisas eram limitadas a livros, as cartas não tinham a rapidez e a eficiência dos emails, nada era tão rápido quanto é hoje.
Eu sempre sinto necessidade de acessar a internet, pois alguns podem achar besteiras, mas outros me entendem perfeitamente: Quem tem contato diário com a internet, acaba gerando uma vida virtual, com seus contatos, suas comunidades, com ambientes de mensagens instantâneas (msn), email, blogs, fica acostumado a buscar as noticias em sites que habitualmente usa, cria seus hábitos, e se torna difícil ficar dias sem ter contato com tudo isso. Realmente, temos uma vida virtual, e sendo assim, empresas, entidades também querem tirar proveito de tudo isso. Se existem pessoas virtuais, que tem toda sua vida voltadas a internet, porque não existir também, entidades virtuais? E é isso que vem acontecendo, cada vez mais empresas, lojas, serviços em geral, vem também se estabelecendo virtualmente, e é ai, neste ponto que abre caminho as profissões da computação, que é onde eu me encaixo. Pois, é um grande mercado, em ascendência mundial, que assim como outros mercados necessita de mão de obra qualificada e idéias inovadoras.
E é assim, com tecnologias de hardwares e softwares cada vez mais apuradas que o mundo vem se estreitando, as pessoas se comunicando mais, e vem acontecendo a tal da globalização.
Está certo que ainda existem pessoas que mal sabem escrever o seu nome, que não possuem energia em casa, que não tem acesso a nada, isso gera um abismo tecnológico que cabe a nós, profissionais da Educação tentar diminuir. E é isso que busco fazer com os alunos que freqüentam a sala informatizada, tentar torna-los aptos a viver em um mundo cada vez mais informatizado.
Carol Pereira

Um comentário:

  1. Carol... que texto lindoo!!!
    Vc vai longe menina (me leva junto???).
    Parabéns...Bjs no coração!!!

    ResponderExcluir