sábado, janeiro 21, 2017

Deserto do Atacama - Dia 8 - Lagunas Altiplanicas e resgate de múmia


Esse passeio surpreendeu, não esperava encontrar um lugar tão maravilhoso. Saímos de ônibus cedo e andamos muuuuuuuuuito até chegar as Lagunas de Miscanti e Miñique, a cerca de 4.300 metros de altitude.

Nossa guia nos contou que as há alguns milhões de anos a paisagem era muito diferente, as águas provenientes da alta cordilheira escorriam livremente em frente aos vulcões Micanti e Miñique, baixando até o Salar de Atacama. Faz menos um milhão de anos que tudo mudou, a erupção do vulcão Miñiques interrompeu o avance das águas, que começaram a ficar retidas, provocando a mudança da paisagem e a formação das lagoas.
A paisagem é magnifica, se não bastasse as lagoas no local ainda existem 5 vulcões, que deixam o  local ainda mais esplendoroso, sendo eles: Miñiques, Miscanti, chilique, Lausa e Tumisa.
Assim que se chega até as lagoas e paga-se o ingresso – 3.000 pesos – somos instruídos para pegar uma trilha e realizar um pequeno trekking de 6km. O lugar é tão lindo que foi impossível conter as lágrimas. Sério parece muito brega, mas é a verdade. É muita beleza junta, são cores, formas, movimentos... o local nem parece ser real. É um lugar especial no mundo.

A altitude deixa o trekking cansativo, mas vale a pena o esforço.
Saindo das lagunas o objetivo era ir até Pedras Rojas, porém acho que nos perdemos no caminho e acabamos parando em outra lagoa, que suspeito se tratar da Laguna Sejar, lá aproveitamos para – tentar no meu caso - praticar acro yoga.


O Acro yogo é uma junção de acrobacia, yoga e thai massagem. O Maykol é professor de hatha yoga, massoterapeuta com diversas formações, da aulas de acro yoga e busca formação do acro yoga internacional, o cara é fera e sério tudo parecia fácil, devido à enorme confiança que ele me passava.
Primeiro começamos tentando algumas posturas altas, de pé, mas eu fiquei com um pouco de medo, ventava muito e a altura me impressionou, também temos que levar em conta que estávamos a mais de 4.000 metros de altitude e o esforço era grande. Mesmo assim, quase consegui. Partimos para posturas com o base deitado e o resultado foi bem melhor, levando em consideração que era minha primeira experiência com o acro yoga. Essas posturas eram as mais adequadas para uma iniciante. Meu professor, o Maykol, disse que me saí bem. Tem até um vídeo que mostra tudo o que fizemos.


Chegamos novamente a San Pedro já era quase 16hrs, aproveitamos para fazer nossa última refeição em nosso restaurante favorito, o Tierra Natural e depois partimos para as compras.
Antes ainda pudemos presenciar um fato histórico, ali mesmo no meio de uma das ruas tinha uma arqueóloga escavando uma múmia, isso mesmo, você não leu errado. Parece coisa de filme né? Mas tava acontecendo bem ali, diante de nossos olhos. Segundo explicado pela arqueóloga que comandava a operação de resgate, a região onde a múmia foi encontrada era área de uma antiga tribo e não há intenção de cavar para novas descobertas, apenas realizar esse tipo de resgate quando necessário.



Bom depois de tudo isso só nos restava comprar lembrancinhas, passear e encontrar um bar para jogar conversa fora e experimentar mais uma cerveja nova – conheci apenas 5. San Pedro deixará saudades!


Nenhum comentário:

Postar um comentário