segunda-feira, janeiro 23, 2017

Deserto do Atacama - O retorno para casa

Saímos de San Pedro e descobrimos que no meio do caminho caiu uma enorme barreira na estrada, uma enxurrada que levou tudo o que encontrou pela frente, boa parte da cidade teve que ser evacuada, pedras e lama ficaram no meio do caminho impedindo o transito, fazendo com que pegássemos um desvio que aumentou em 200km a distância.
No deserto do Atacama estava ocorrendo a edição 2017 do Rally Dakar, que este ano está sendo realizado no Paraguai, Argentina e Bolívia. Devido ao desmoronamento ocorrido na província de Jujuy – que inclusive deixou mortos -, a 9ª etapa do evento foi cancelada, fazendo com que os veículos e equipes do Rally Dakar se dirigissem até a província de Salta para a próxima etapa do rally, seguindo pelo mesmo desvio que a gente. Ou seja, estávamos “correndo” com eles, foi massa. Em nossa ida também estávamos junto deles e como nosso MH não era nada discreto quando passávamos, o pessoal que estava aguardando os carros do rally pensava que fazíamos parte da corrida, tiravam foto, abanavam a mão freneticamente... também foi divertido.
Foram praticamente 3 dias e duas noites rodando para chegar em Blumenau. Depois ainda tivemos a força de ir até a Festa Pomerana para fechar a trip com chave de ouro.
Foi uma experiência maravilhosa e sem dúvidas a viagem que mais me surpreendeu. Quando realizei meu mochilão de 2016 eu queria incluir San Pedro no roteiro, mas me falaram que não valeria a pena, sendo assim risquei da rota. Como puderam me falar isso?
San Pedro é demais! O Atacama é maravilhoso! Eu me apaixonei por esse pedacinho do Chile, lá vi algumas das paisagens mais belas da minha vida! 
O motorhome e as companhias ajudaram a fazer dessa uma das melhores viagens da minha vida. 


Um comentário: