quinta-feira, novembro 24, 2016

Finalista - Eva Schneider em: As cavernas

Em uma manhã de domingo, Eva, Ceci e Sabú estavam brincando no quintal de casa. Eva sempre quis conhecer um pouco mais as redondezas do Barracão, pois fazia apenas nove meses que tinha chegado de sua cidade Hildenberg (Alemanha). Ceci e Sabú como eram bugres e conheciam bem todos os cantinhos da floresta do Barracão, iam com Eva , que sempre gostou de uma boa aventura. Tiveram a ideia de ir em busca de cavernas. Pediram para o tio Albert que estava com seu amigo Valdoni tomando um chimarrão. Eva muito educada cumprimentou seu Valdoni:
- Olá seu Valdoni! Como vai o senhor?
Seu Valdoni responde:
- Eu estou muito bem Eva! Mas ouvi falar que vocês querem se aventurar procurando as cavernas?
- Sim, sim! Adoraríamos nos aventurar hoje!
- Pois, eu conheço muito bem essas redondezas, eu posso ser um guia de vocês até chegar lá nas cavernas!
- Claro! Só falta o tio Albert deixar agente ir!
- Então Albert, vai deixar as crianças irem comigo em busca das cavernas?
- Está bem! Mas tomem cuidado! Já que sua tia não está, eu vou falar por ela, levem um casaco e uma mochila com água e comida!
E assim foram, por longas horas ficaram andando, até que chegaram em uma porteira seu Valdoni que sempre andou por aquelas bandas ia lhes explicando tudo, como eram as cavernas e que eles precisariam subir um peral.
Eva, Ceci e Sabú não se espantaram, porque já estão bem acostumados com esse tipo de aventura. Passaram por uma casa construída em estilo enxaimel, caminharam por mais um tempo até que chegaram em um carreiro, seu Valdoni vai primeiro, Eva vai atrás, Ceci vai depois e Sabú fica por último.
Seu Valdoni já alerta:
- Crianças, cuidem onde vocês irão pisar e também cuidem que mais para cima terá muitos espinhos!
- Sim seu Valdoni, teremos cuidado!
Assim então Eva, seu Valdoni, Ceci e Sabú começaram a andar pelo mato.
Seu Valdoni com seu facão vai abrindo caminho para eles passarem. Até que chegaram em uma estradinha de chão e pararam para descansar um pouco, jogaram uma água no rosto, pois estavam perto de um córrego, andaram mais um pouco pela estradinha de chão que já estava começando a ter uns matinhos no caminho. Andaram, andaram, chegaram novamente em um carreirinho, entraram e começaram a subir o peral, a mata ficava cada vez mais densa e cheia de espinhos, mas mesmo assim continuaram subindo. Até que seu Valdoni avista uma das cavernas e logo grita:
 - Crianças, estamos chegando!
Eva, Ceci e Sabú ficaram super felizes, porque estavam muito cansados. Chegando, seu Valdoni entrou primeiro com uma tocha acesa, deu a mão para Eva subir, depois Ceci e Sabú subiram e logo avistaram os morcegos. Seu Valdoni explicou toda a história da caverna, subiram na caverna de cima e logo já desceram, voltaram e desceram o perau de volta para casa. Logo que chegaram no córrego pararam para tomar água, e depois de algumas horas estavam em casa, seu Valdoni logo disse:

- Essas crianças são bem aventureiras! Bem já vou indo, tchau pra vocês! Então seu Valdoni pega sua carroça e sai, Eva, Ceci e Sabú contam toda a aventra o tio Albert tomam banho, jantam e logo vão dormir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário