terça-feira, março 15, 2016

Forje Fazenda Nova

            Se você procurar aventura em Alfredo Wagner certamente tem que incluir uma visita ao Forje Fazenda Nova ao seu roteiro (o local é particular e a visita deve ser autorizada), meu amigo Aureliano Marioti compartilha conosco um pouco sobre sua expedição logo abaixo:
            “No dia 27/02/2016, eu (Aureliano Marioti), Carlos Kreush e Edson Felau, este último o nosso guia, visitamos uma belíssima obra esculpida pela natureza, mais precisamente na Fazenda Nova, Rio Lesse, em Alfredo Wagner.

             Deslocamo-nos de carro do centro de Alfredo Wagner até a serraria da Fazenda Nova, uma propriedade particular usada no cultivo e extração de pinus, chegando à mesma por volta de 15h30min. Deixamos o veículo e prosseguimos a pé por estradas da Fazenda, contornando o arroio. Depois de 15 minutos de caminhada, saímos da estrada e seguimos arroio acima. Tivemos algumas dificuldades para escalar uma pequena cachoeira que desce num salto único depois de saltitar por uma cascata encantadora apesar da pouca água. Prosseguimos sem grandes dificuldades até um amontoado de pedras enormes, por onde avançamos pela base do perau. Neste ponto já é possível ver a entrada inferior da caverna. Na entrada a vista é deslumbrante e perturbadora: medo e êxtase se fundem nessa hora. Apesar de numa extremidade ser possível avistar a outra e haver um filete de luz, existem pontos cegos e buracos profundos que podem causar acidentes; por sorte estávamos equipados com lanternas. Não tínhamos equipamento para medição, mas acredito que a altura mínima estaria em torno de 15 metros de altura por uma extensão de 100 metros aproximadamente.
             Uma areia fofa repousa no chão da fenda, dando a impressão que vai deixar atolar; pedras também fazem um caminho onde é possível andar com mais tranquilidade, apesar de serem úmidas e haver o perigo de um escorregão! Gotas d’água caem constantemente de ambos os lados, construindo algumas formações curiosas e de cores mistas. Um feixe de luz formando um círculo é avistado na extremidade superior, embora pareça pequeno de longe, tem um tamanho bem razoável. Não encontramos nenhum animal, nem mesmo morcegos que geralmente gostam destes locais. Em alguns pontos a água infiltra no solo e segue por fendas subterrâneas e embaixo de pedras que se acomodaram no fundo, voltando a surgir mais adiante. Apesar de assustador tem uma beleza imensurável! A abertura da fenda no topo tem aproximadamente 2 metros de largura, estendendo-se por uns 10 metros de profundidade onde se alargam a mais ou menos 4 metros da base formando um túnel maior, que em determinados pontos chega a ter mais de 5 metros de largura formando quase o desenho de um oito.
             Tiramos algumas fotos, fizemos o reconhecimento visual de todo o local e voltamos, pois uma chuva dava promessa que iria cair, o que de fato veio a ocorrer. Voltamos um pouco sujos, bastante cansados, mas com uma sensação de prazer e compensação grandiosa!”



















Um comentário: