quarta-feira, abril 30, 2014

Augusto Jochem

Por Alexsandro Ricardo da Rosa

Data de Nascimento: 11 de fevereiro de 1921
Data de Falecimento: 08 de fevereiro de 2011                                                    

 Augusto Jochem nasceu dia 11 de fevereiro de 1921 na localidade de Cerro Negro em Ituporanga. Era filho de agricultores, João Jochem e Verônica Schell Jochem. Nos primeiros anos de vida mudou-se, juntamente com sua família, para Águas Negras, município de Ituporanga, onde frequentou a escola particular daquela localidade.
          Aos dez anos de idade foi para o Seminário dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, na cidade de Corupá, norte de Santa Catarina, onde permaneceu por três anos e meio cursando o ginasial. Lá estudou latim, francês, alemão e Italiano. Ele teve que retornar para casa, devido a um jogo de futebol que causou uma ferida enorme na perna. Depois disso ele nunca mais praticou o esporte.
        Aos dezenove anos de idade, em 1940, segundo o costume da época, recebeu o aviso de que foi “sorteado” para apresentar-se na junta de serviço militar na cidade de Bom Retiro, onde recebeu o Certificado de Apresentação. Alguns meses após recebeu a intimação para a prestação do serviço militar no 14º BC – Batalhão de Caçadores, localizado no bairro Estreito, em Florianópolis. Lá, permaneceu durante oito meses, e depois de “passar” na inspeção física foi julgado apto para o “serviço de guerra” sendo transferido para Taubaté – SP e, depois para a Vila Militar no Rio de Janeiro onde, após oito meses de instruções de guerra, foi incorporado na Força Expedicionária Brasileira – FEB. (treinadas nos moldes norte-americanos, pois haveriam de operar em conjunto com unidades do Exército dos E.U.A.)
         Em agosto de 1942 houve a declaração de guerra do Brasil aos países Alemanha, Itália e Japão e depois que vários navios mercantes foram afundados em nosso litoral ,em 22 de setembro de 1944, Augusto embarcou com o Primeiro Regimento Sampaio, composto por 3 Batalhões. A Marinha de Guerra brasileira forneceu o cruzador "Rio Grande do Sul" para participar da escolta, cuja viagem foi feita com navios da Marinha norte-americana e, após ingressar no Mediterrâneo, também foram escoltados, desta vez, com navios da Marinha Real britânica. Chegou ao porto de Nápoles em 06 de outubro e de lá, a bordo de outro navio em uma viagem muito desconfortável, com quase toda a tropa sofrendo de enjôo, foi até Livorno, nas imediações da cidade de Pisa, onde a tropa ficou estacionada. Na Europa como nevava, eles se camuflavam de branco e faziam um buraco na neve para se esconderem.
     Ao chegar à Itália, passou a fazer parte do 5º exercito  dos E.U.A., comandado pelo General Mark Wayne Clark. Juntamente com o VIII Exército britânico, comandado pelo General Leese, compunha o XV Grupo de Exércitos - composto por brasileiros, britânicos, canadenses, indianos, norte-americanos, poloneses e sul-africanos - sob o comando do Marechal-de-Campo britânico Alexander..
      Ao todo o efetivo da FEB na Segunda Guerra Mundial consistiu em 25.335 membros, dos quais 451 faleceram em operações de guerra e estão sepultados no Monumento aos Pracinhas Brasileiros, em Pistóia, Itália. Augusto Jochem permaneceu por onze meses na Itália em operações de guerra e atuou em diversas localidades nas imediações de Nápoli. Participou da conquista do Monte Castelo em 21 de fevereiro de 1945, até então linha de defesa das tropas alemãs. A guerra terminou em 08 de maio de 1945 com a rendição da Alemanha às forças aliadas. Em 22 de agosto de 1945, após o término de Segunda Guerra Mundial, embarcou no porto de Nápoli e regressou ao Brasil desembarcando no Rio de Janeiro em setembro do mesmo ano. Lá, juntamente com a dispersão dos membros da FEB, foi dispensado do serviço ativo do exército, recebendo o Certificado de Reservista e a Medalha de Campanha conferida aos militares da ativa, da reserva e assemelhados que participaram de operações de guerra sem nota desabonadora. Após a chegada cada tropa desfilava no Rio de Janeiro, sendo recepcionada calorosamente pela população em reconhecimento ao seu valor demonstrado nos campos de batalha da Itália.
           Augusto Jochem retornou sem ferimentos. A cidade catarinense de Águas Negras, onde moravam seus pais. Em 31 de dezembro de 1946 casou-se com Leopoldina Tenfen, filha de Bernardo Tenfen Sobrinho e Elisabete Roecker, que recém havia migrado de Rio Fortuna . Eles se encontravam todos os domingos nas domingueiras. Logo depois de casado se mudou com a esposa para Atalanta. Aos quarenta anos de idade recebeu um serviço nos correios de Ituporanga  como recompensa por ter participado da FEB, sendo-lhe oferecido o cargo de carteiro.Ele levava as correspondências a pé ate Rio Engano em Alfredo Wagner. Em função da atuação como carteiro mudou-se com a família para Ituporanga. Trabalhou, também, por dois anos e meio como Agente Postal dos Correios em Imbuia. Depois, em 1980, foi transferido para assumir a Agência Postal Telegráfica de Alfredo Wagner para onde mudou-se com sua família. Se  aposentou pelo Exército Brasileiro. Faltavam 3 dias para completar 90 anos quando faleceu, em 08 de fevereiro de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário