sábado, janeiro 11, 2014

Diário de Bordo UY - 11\01

Bom, nossa viagem até aqui foi uma odisseia. Quase 12 horas para chegar em Porto Alegre não é coisa de Deus, mil paradas, desconforto, o que animou foi a ilustre presença de Iaroslava em nosso ônibus. A senhorinha já era uma sexagenária e reclamava de tudo, queria que ônibus parasse para ela fumar e falava muito alto, no final acostumamos com ela e percebemos o quão culta ela era, descobrimos até que ela era Tcheca. Carinhosamente nós a chamamos de Anita, devido a maneira terna que ela se despediu da cidade de Laguna.
Eucatur, nunca mais.
Em Porto Alegre tive um encontro the Flash com Aline, que foi até a rodoviária me entregar as passagens. Mesmo de forma rápida é sempre bom reencontrar minha grande amiga.
A viagem de POA até Montevideo ocorreu de forma bem tranquila, cheguei antes que os outros e fiquei aguardando o transfer para nos trazer até o Hostel.
Estamos hospedados no Hostel Splendido, que fica exatamente de fronte para o Solis, a vista é linda e da sacada podemos tirar várias fotos do famoso teatro. Nas duas laterais do prédio - que de alguma maneira lembro o Flatiron Building de New York - tem uns calçadões cheios de bares, restaurantes e danceterias. O prédio é bem antigo e todos os papos sobre espíritos que tive em Floripa – com  Júlia, Nado e Guiga – as vezes me fazem ter medo. Hahaha É uma construção bonita que merecia uma restauração e certamente tem um passado cheio de história. Eu particularmente gostei do hostel – menos da recepção que tem cheiro de incenso e trilha sonora indiana – achei um lugar bem alternativo.  Agora lá embaixo – na rua - ta rolando a maior festa, ouvimos as músicas aqui do quarto, mas nem animamos em descer, pois estamos exauridos.
Logo que chegamos nos acomodamos e fomos dar uma volta pela cidade, procurando um bom lugar para almoçar. Acabamos almoçando em um restaurante aqui perto do hostel, nos enrolamos um pouco com o cardápio todo em espanhol, mas no final concordamos com quem nos preveniu de que no Uruguay se come muito bem, pura verdade. Foi no almoço que quase me apaixonei pelo “Zorro Dançador”, mas quando ele tirou a máscara a magia da paixão acabou. =P
Quem quiser dar uma olhadinha no dançado, segue o link http://instagram.com/p/jCYmNHSBym/
O Clima tempo me enganou e por conta disso passarei frio. Está ventando demais, um vento gelado e eu não tenho roupa para isso, amanhã preciso dar o jeito de comprar uma blusa.
Turisticamente conhecemos pouco da cidade, ficamos mais pelas imediações do hostel, passeamos até o mar, passamos pela Puerta de la Ciudadela, retornamos e agora perto da noite passamos pela Plaza de la Independencia, pela Estátua em homenagem a Artigas, tudo más que se pode ver na tal Plaza e fomos jantar, saboreei o tal do Chivito e aprovei!  Amanhã após as energias serem renovadas desbravaremos Montevideo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário