segunda-feira, janeiro 27, 2014

Diário de Bordo UY - Punta del Este

No dia 18 de janeiro fomos conhecer Punta del Este, um dos destinos turísticos mais famosos do Uruguay. A excursão foi organizada pelos pessoal das outras turmas, fomos em duas vans e tenho a impressão de que fiquei na vam mais animada.
Como no dia anterior acabei indo dormir muito tarde, acordar logo cedo não foi na fácil, passei a maior parte do trajeto dormindo – e consequentemente perdendo as explicações de nosso guia.
Do meu hostel só quem me acompanhou foi Dona Michelle, mas na vam tinha mais algumas pessoas da minha sala, entre elas Denise e seu marido Eduardo, que foram as minhas companhias da viagem.
Nosso guia se chamava Vicente e tinha uma grande conhecimento histórico e também um senso de humor que me agarrava. Além de guia ele atua como coordenador de uma projeto de Candombe no Bairro Palermo e pôde nos dar uma aula sobre o ritmo.
A bem da verdade nosso passeio não era somente até Punta e sim um tour até lá, com várias paradas e vistas maravilhosas.
Primeira parada: Piriápolis. A cidade tem grande influência da alquimia, pois foi construída por alquimistas.  Ela é considerada por muitos até mesmo mística por esse motivo. A cidade balneário é linda e tem praias belíssimas como a de San Francisco. Fomos até o morro Santo Antônio e tivemos uma vista panorâmica incrível de todo o balneário. Lá no alto no morro tem uma espécie de capela em honra ao santo casamenteiro - muitas pessoas aproveitaram a parada para fazer suas promessas o que não foi meu caso, é claro. No caminho conhecemos também o famoso hotel Argentino e sua história.
Seguindo a viagem chegamos a Punta Ballena, outro lugar de beleza natural ímpar, que ainda tem outro diferencial e atrativo turístico, a Casapuevo, que é uma obra prima da arquitetura em uma encosta com o mar em um profundo azul ao fundo. A casa foi idealizada por Vilaró – que eu como uma não conhecedora de arte – não conhecia. O cara é simplesmente, o cara. Com mais de 9 décadas de vida tem uma história fantástica e interessantíssima, entre os encontros com personalidades histórias – da arte, música, literatura, cinema, ciência – destaco Albert Einstein e a parceria com Pablo Picasso, além disso ele ainda é pai de um dos ocupantes do voo daquele famoso acidente de avião dos Andes – que tem livros e filmes que contam a história.
A casa funciona como uma tipo de galeria de arte onde ele expões suas obras, que são muitas e devo admitir, bastante bonitas e instigantes. Parte da casa funciona como hotel e estou pensando seriamente em ficar lá em julho – é claro, para isso dependo dos resultados da loteria.
Seguindo a viagem chegamos a Punta, sem dúvida um dos destinos mais badalados do país. Logo que chegamos fomos para o hotel e Cassino – que não era o Conrad - onde, até agora tive o melhor almoço da viagem – Cyro que me perdoe – um almoço daqueles, com entrada, prato principal e sobremesa. Tivemos o prazer de desfrutar a alta culinária uruguaia.
Depois do almoço fomos fazer o City Tour por Punta. Dessa parte lembro pouco pois como já comentei eu estava com muito sono e em alguns momento eu não conseguia manter meus olhos abertos. Fomos até as pontes - a Ponte da Barra Leonel Viera mais conhecida como a ponte ondulada - e depois fomos conhecer a Berverly Hills de Punta del Este, onde muitos famosos tem casa, entre eles Antonio Bandeiras – na verdade o local se parece bastante com Jurerê Internacional. O guia nos contou que Xuxa já teve casa lá e nosso querido Collor também – o povo passando fome e nosso querido ex-presidente comprando casa lá com nosso dinheiro, run.
Quando retornamos a praia central – aquela onde tem o monumento La mano – no sentido contrário dos alertas que recebi, eu não achei a agua gelada, não sei se ela realmente estava com uma temperatura alta ou se o termômetro marcando quase 40º fazia com que a ação de entrar no mar se tornasse extremamente agradável.
Punta me conquistou. Valeu muito a pena conhecer, adorei nosso guia, que acrescentou muito ao passeio e certamente é um destino que pretendo repetir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário