quinta-feira, abril 18, 2013

Resgaste histórico Arnópolis - Barra da Jararaca


Arnópolis localiza-se ao norte do município de Alfredo Wagner. Hoje é uma pequena comunidade; diferente do importante e promissor distrito que já foi em tempos de outrora. No lugar existiam muitas casas, cartório, mercado, clube, bares, uma bonita pracinha e desde a década de 20 a comunidade da Barra da Jararaca contava com serviço telefônico... era também onde ficava a Sociedade Colonizadora Catarinense S.A, criada em 1917 tendo como beneficiários o Coronel Carlos Napoleão Poeta e José Domingos Pagioli. Hoje o local simplesmente desapareceu mas ainda está na memória de muitos Alfredenses.

Segundo relatos os moradores mais antigos desta comunidade foram: Benjamim Frederico Andersen, Alberto Probst e Villy Schwmacher.
O principal motivo da decadência de Arnópolis foi a construção da barragem de Ituporanga. Os moradores tiveram que se retirar de suas terras e foram indenizados por isso. Este processo iniciou-se em 1968 e perdurou até 1978.
A barragem foi criada para tentar deter ou diminuir as inundações frequentes no Vale do Itajaí. As famílias de Arnópolis foram afetadas diretamente e suas terras tomadas pela água. Nessa época, a população de Alfredo Wagner era de cerca de 12 mil habitantes e deve-se à construção da Barragem, um declínio considerável nesta população. As pessoas da região afetada migraram principalmente para a região de Blumenau, Rio do Sul e Alfredo Wagner. Famílias como os Andersen, Hinckel, Schmitz, Mazzini  e os Silva se mudaram para o centro nessa época.


Um fato Irônico... Se indenizavam até árvores frutíferas das propriedades rurais, e como era uma quantia boa em dinheiro por árvore os proprietários ao serem indenizados arrancavam as árvores e plantavam novamente nos terrenos que ainda não haviam recebido indenização com o intuito de ganhar mais uma vez com aquela mesma planta.´


(OBS: As fotos pertencem respectivamente ao arquivo pessoas de Julita Andersen Hickel (primeira e segunda foto), Naudir Antônio Schmitz e Liberato Mazzini)


Vista do local onde ficava Arnópolis - Foto: Suzanne Werlich Schmitz 

Vista do local onde ficava Arnópolis - Foto: Suzanne Werlich Schmitz 










3 comentários:

  1. Carol,confesso que fiquei muito emocionada ao ler este valioso relato sobre a nossa Barra da Jarara. Sua iniciativa foi e será muito valiosa para a história do Municipio de Alfredo Wagner, que a partir desta iniciativa está sendo resgatado fatos históricos de localidades que fazem parte desse Município.
    A primeira foto é da família do Sr. Benjamim Andersen e aos fundos é a casa do Armazém de secos e molhados do Sr. Alberto Probst e família.
    Parabéns !!!! Alcíria.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto, assim como as fotos.
    Eu sabia pouco sobre a outrora afamada e pujante Arnópolis, e as informações que disponibilizaste, Carol, foram úteis a mim bem como, seguramente, a outras pessoas interessadas na história de Alfredo Wagner.
    Obrigado, e parabéns!
    Juliano Wagner

    ResponderExcluir
  3. É por isso que acompanho o seu Blog (os views não são bugados). Seu Blog é cultura! Parabéns pelo resgate histórico Carol.

    ResponderExcluir