quinta-feira, janeiro 10, 2013

NYSD - New York Sétimo Dia


Sétimo dia tem gosto de sonho realizado.
Eu sempre gostei de ABBA, desde sei lá quando... ouvia as músicas deles na Infância. Depois achei lá pela casa da minha vó um DVD (ou era uma fita?) co o nome de ABBA Gold, que contava toda a história deles, em inglês, meu inglês era péssimo (ainda mais) e eu me esforcei muito para entender um pouco, mas eu era fascinada por eles. Na verdade eu achava a foto da formatura do Pai da Mariana (to contando isso pela primeira vez aqui) parecida com o estilo deles, o corte de cabelo e achava legal aquilo, aquela época... após isso veio o Rafael e me fez viciar em ABBA, eu sabia todas as músicas, odiava Chiquitita, mas gostava de todas as outras em segredo, pois não era muito “cool” gostar de ABBA, mas eu gostava. Depois veio o filme Mamma Mia com a Meryl Streep, e passou a ser permitido gostar de ABBA lá pelas bandas de Lages, e assim o fiz, revelei meu amor, e assisti ao filme com Any e Vivi, tivemos bons momentos relembrando as danças e falas, a mais repetida era  (...), gravamos até um vídeo, que se perdeu junto com o meu notebook que foi roubado, enfim, desde 2008 eu sonho em assistir ao espetáculo Mamma Mia na Broadway e hoje dia 09 de Janeiro meu sonho se realizou.
O dia foi bem tranquilo hoje, tomamos café, compramos nossos ingressos, fizemos compras (hoje comprei maquiagem) e depois de uma parada básica no hotel fomos ao central Park, para que o Felipe pudesse testar o Patinete que ele comprou e eu e a Paula jogar futebol americano com a bola dela e patinar. No caminho paramos na loja da Lego e em outras lojas de brinquedos e de equipamento de som, tudo muito maneiro! Ao chegarmos ao Central Park almoçamos um Hot Dog, lá perto do ringue de patinação, mas o frio era intenso e nos tirou a coragem de patinar, no final das contas nem jogamos bola, apenas andamos de patinete e rodamos mais um pouco por lá, admirando a paisagem, na volta paramos no Lincoln Center e no Starbucks pra tomar um chocolate quente e nos esquentar (mentira, desculpinha pra usar a internet) lá por acaso encontramos Mariana, Poliana e Fabiano, depois voltamos ao hotel, para nos preparamos para a noite de shows.
Ao chegar resolvi abrir a mão e pagar 15 dólares para usar a internet por um dia... o vício venceu e além disso tinha coisas para resolver, então veio a calhar.
Coloquei meu papo virtual em dia e as 7:30 segui para o Winter Garden Theatre, fui sozinha pois Paula e Felipe foram assistir ao espetáculo da Mary Poppins.
Tudo bem, consegui chegar ao meu acento sem maiores problemas. Minha fileira era completamente de japoneses. Sério gente, dizem que são todos iguais, mas a diferente lá era eu, loira no meio daquela gente do olhinho puxado. Sentei do lado de uma japonesa adolescente, que era tão sociável quanto eu, não trocamos nenhuma palavra durante todo o musical, apenas riamos juntas e nos olhávamos com carinhas boas, quase ficamos amigas, pena que não deu, não é mesmo minha gente?
Era proibido tirar fotos, mas como sou malandrinha tirei algumas, poucas, mas é que eu precisava registrar o momento... só que depois fiquei pensando... não tinha como registrar o que eu estava sentindo. Deve ser a tal da magia da Broadway, na verdade o nome eu não sei, mas é uma coisa maravilhosa, quase me emocionei quando começou! É magnifico!  Vontade de levantar e cantar a plenos pulmões “Mamma mia, here I go again, my my, how can I resist you! Mamma mia, does it show again, my my, just how much I've missed you!”, depois levantar em Dancing Queen e morrer chorando em The Winner Takes It all, olhar pra ela e falar que a entendo perfeitamente. Afirmo, hoje em dia até gosto de Chiquitita e devo isso a Broadway!
Ontem depois que voltei do Burger King estava sem sono então resolvi descer e rodar pela Times, no intuito de encontrar uma loja da Nike para comprar uma mochila, não encontrei, mas andei muito, olhei muitas vitrines e até entrei em algumas lojas, vejam, quanto progresso!
Mais uma vez eu digo... que cidade encantadora!
To terminando de escrever meu texto de dentro do trem, estamos a caminho de Washington D.C.
Havan, lá vamos nós!!!
Pra não perder o costume de relacionar locais com séries, será que lá verei o Jeffersonian? Bones... sinto saudade do tempo que a série estava no meu top 3.
Ahh, nem comentei, o sogro da Paula me viu por fotos e me achou parecida com a Scarlett Johansson... vejam bem, que senhor generoso! =P

Carol Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário