terça-feira, maio 12, 2009

Teodoro


Meados de 2003 e eu recebi uma noticia que me tirou o Chão... Eu ia ter mais um irmão!
Odiei tanto, mas tanto que chorei varias vezes contando para as minhas amigas as N razões de aquela criança não ter razão nenhuma de existir. Não era filho do mesmo pai que eu, minha mãe já tinha a gente, não precisava de mais ninguém.
Quanto egoísmo. Era ciume.
Passado esse choque, veio outra perturbação! E se fosse menina? Lá se iria o meu posto de menininha da casa, menininha vó, menininha de todo mundooo! 3 meses de angustia e era um menino. UFFA.
Então o próximo passo seria achar um nome bem Lindo pro retardadinho que ia nascer.
Eu queria Teodoro, e a gente poderia chamar de Dórinho! E assim foi por mais de um mês, eu chamava a barriga de Teodoro! hehehe  Até que um dia eu e minha mãe já com seis meses, gorda como uma porca e atrapalhada como sempre caiu. Meu desespero foi gigantesco. Descobri que eu amava o Teodoro, digo, o Bebê e que nunca, jamais queria que algum mal passasse a um km de distancia dele. E daquele dia em diante comecei a ter noção do tamanho da importância daquele ser na minha vida.
Depois disso tratei de achar um nome que eu gostasse e não parecesse que estava chamando meu bisavô quando chamasse por ele.
Ajudei minha mãe a comprar todas aquelas coisinhas pra ele e mesmo antes dele chegar eu já sentia o cheirinho de bebe pela casa.
E naquele dia 24 de Junho estávamos em uma aula de literatura, ao redor de uma fogueira, nunca demorou tanto para chegar as 19:30 e dar a hora de eu ligar para o hospital, eu e a Su fomos até o orelhão. E então eu chorei!
Naquele dia nasceu um dos amores da minha vida. Que me beija da forma mais doce, que me chama de Cól e que dividi lugar com a minha sombra quando eu estou em casa.
Que faz eu sentir saudade dele depois de um dia só sem vê-lo.
E faz tambem eu perder uma tarde inteira rodopiando na grama com ele só porque ele queria um vídeo massa. Que todo dia faz eu rir, quando depois do almoço vem no meu ouvido e fala "Cól e hj qual é o Prano", e faz a mãe gritar "Esses dois quietinhos assim só podem estar fazendo arte", frase até que bem verdadeira. hehehe
Que faz eu perceber que são amores como este que fazem a vida valer mesmo a pena. Amores sem interesse, ou melhor, apenas com um interesse, ver o outro feliz.
Obrigada Deus! Por ter me dado esse presente! Esse menino maravilhoso que só alegra a minha vida. Meu companheirinho, meu anjo, meu amor.
João Marcelo.
Carol Pereira

21 comentários:

  1. É sempre assim, sempre leva um tempo para ver realmente que um ser pode mudar nosso sentimentos.

    Olha com esse texto me prendi, fiquei curioso pra saber o nome do seu irmão" ( fiquei pensando: Só falta ela não sitar o nome da criança rs )

    Gostei

    ResponderExcluir
  2. Nossa, fiquei comovido, muito bom seu texto. parabéns
    aparece lá no meu blog
    www.sofismo.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. . Caaaarol , coomo tu era egoísta guuuria! Onde já se viu não querer maais uum irmão \o , ueuoieuieuieuioeuieuieuioe *-* eeele é aa coisa mais liinda caara *-* , muuuito fooofinho , aah guuriia , viiu coomo não era uum biixo de seete cabeças ganhar mais um irmão que nem tu pensava? Agradeça tuua mãe ee aa Deus por ter eele hooje \o \o *-* ,

    ResponderExcluir
  4. hummm, esse texto já foi apreciado por mim há um tempo. Muito bem escrito, Carolzitcha. kkkk :) Pelo menos o ciúme acabou, né? A gente acaba se apegando mesmo... e pelo que li, contigo não foi diferente. Pense num irmão amado!

    ResponderExcluir
  5. O texto trata da forma mais linda possivel a chegada de uma outra pessoinha em nossas vidas. Está muito de parabéns Carol, finalmente o mundo pode ver a escritora q ha dentro de vc!

    ResponderExcluir
  6. Que linda a história amiga!!! Ainda bem q o nome dele não é Teodoro né??? O seu amor por ele é muito fácil de entender...é igual ao meu pelo meu afilhado, um amor sem igual, que vc sente e não espera nada em troca! Muita saúde sempre pro seu anjinho! Que ele só te dê orgulho na sua vida toda!!!
    bjão
    (L)

    ResponderExcluir
  7. ohhhhh meu deus.. que fofo!!! achei tão fofinho a relação de vcs.. tão verdadeira... e esse início é normal.

    ResponderExcluir
  8. Que faz eu perceber que são amores como este que fazem a vida valer mesmo a Pena. Amores sem interesse, ou melhor, apenas com um interesse, ver o outro feliz.

    Mto certa essa parte!
    Muito bom o texto, parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Nossa ameii o texto,fiquei comovido,e tbm seu irmaozinho é lindo gnt,é um amor,ameii ele..rsrs

    ResponderExcluir
  10. agora você tem um cúmplice pra perturbar os outros!

    ResponderExcluir
  11. Eu adorei o texto... mas o video mesmo ficou sensacional!!!! e lendo essa historia lembrei que comigo foi parecido, eu tava com ciume da minha irma, dai depois que ela nasceu e tal foi diferente. Teve uma vez que eu fui tampar ela porque achava que ela taca com frio e quase matei ela asfixiada ashauuhs! apanhei tipo bicho!! aihsiuasha!

    ResponderExcluir
  12. Caraca muito bacana isso de rever situações, desejos...na vida acredito q a gente não divida as coisas ou pessoas...cada qual tem o seu momento...e q bom q vc percebeu q não iria perder nada....e sim ganhar algo novo...
    DIZER NÃO É DIZER SIM...acho lindo essa forma de rever as situações e transformar algo ruim em algo muito bom...bjão.

    ResponderExcluir
  13. Que coisa mais linda esse vídeo, ow! O joão é fofo demais, puxou a irmã (L)

    ResponderExcluir
  14. Natália Ferrari13 de maio de 2009 20:40

    Nossa Carol, lindo texto! De verdade... amei!

    ResponderExcluir
  15. Muuuuuito liiindo oo teexto Carool, Parabééns,(L)

    ResponderExcluir
  16. haushaushua Adorei!Mas vc era mega ciumenta hein!eu tinha visto os vídeos do joão antes e amei o de vcs na grama uashusha, lindo mesmo o texto!
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Que liiiiiiiiiindo o que vc escreveu sobre o Jão Marcelo, Carol! Todo mundo que te conhece sabe da paixãaao e do tamanho do seu sentimento por ele, muito muito muito lindo isso, sério! *-* E no fim das contas, vc que escolheu o nome dele mesmo? :}

    ResponderExcluir
  18. Carol, você me fez chorar agora, sabia??? Liiiindo mesmo....conheço muitas histórias desse guri que é tão importante na sua vida, mas nunca tinha ouvido vc falar dele desse jeito...lindo mesmo!!

    ResponderExcluir
  19. Bom Carol, quem teh conhece sabe q vc não é tão egoista assim neh rsrsrsrs......
    Teu blog ta lindo...
    To com xaudades
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Não tive o prazer de conhecer esse anjinho de perto mas pude perceber que presente maravilhoso que ele foi! E o mais importante é isso: o agora! ;) Parabéns pelo irmão liindo e pelos textos emocionantes e maravilhosos que vc escreve!
    um beeijo! :*

    ResponderExcluir