quarta-feira, abril 26, 2017

Gruta Serra do Tio Zezé

Trata-se de uma pequena gruta em arenito e folhelho, além de espeleotemas carbonáticos, com ampla entrada (mapa topográfico anexo) localizada em meio à mata conservada no Distrito de Lomba Alta. Há, além do ambiente de entrada com feições de abrigo, dois salões com teto baixo (altura média de 60 cm) ricamente ornamentados com espeleotemas calcários dos mais diversos – coraloides, colunas estalagmíticas de porte métrico, escorrimentos, estalactites (incluindo canudos) e estalagmites ativas e helictites. No interior do salão mais ornamentado há uma pequena ressurgência e duas pequenas cachoeiras na entrada compõem o cenário.
As pequenas dimensões dos salões e a fragilidade dos espeleotemas podem explicar o fato de haver tantas destas feições quebradas em uma gruta sem visitação turística, pois mesmo uma única visita exploratória acessando toda a cavidade, feita sem o devido cuidado, pode causar tal impacto.  
Wagner (2002) alerta para a importância arqueológica da gruta e de todo o entorno, tendo sido identificados diversos artefatos e outros indícios de ocupação indígena. Há uma escavação arqueológica no ambiente de entrada.

Gruta Serra do Tio Zezé. Em sentido horário a partir do canto superior esquerdo temos uma grande coluna estalagmítica na entrada, vista da entrada da gruta a partir do interior, pequeno salão ornamentado com coraloides, colunas, canudos e estalagmites ativos e detalhe do teto da caverna com coraloides, canudos e helictites. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário