segunda-feira, novembro 23, 2015

Dez coisas para fazer e se apaixonar por Montevideo

Aí vão algumas dicas para deixar a visita a Montevideo muito mais interessante, elas fogem um pouco daquele roteiro turístico típico, sendo mais intimista permitindo com que a gente conheça um pouco do cotidiano dos montevideanos – sim também achei essa palavra feia.

Lá vai:

1 - El Pony Pisador – É um pub da Ciudad Vieja que revela a alma daquele ponto da cidade. Lá você poderá dançar de tudo: reggaeton Uruguaio, salsa, outros ritmos caribenhos e se você for no dia em que o Koko Moreira faz seu show você ainda vai curtir muita música brasileira. Várias bandas ao longo da semana se apresentam no Pony e nas quintas já pegamos até um Karaokê, que também reserva muita diversão. Nas sextas o Pony bomba, iniciando com o show do Koko, seguido por DJs que tocam as músicas típicas do país, que fazem os Uruguaios caírem na dança, nos mostrando toda sua cultura e seu ritmo, é impossível ficar parado. Ir ao Pony é sem dúvidas uma experiência antropológica, daquelas regadas a etílico.

2 - Ensaio Candombe – Como já comentei aqui no blog o carnaval uruguaio é o maior do mundo – em duração – e o Candombe está para os uruguaios assim como o samba está para nós brasileiros, assim como as escolas de samba, os grupos de candombe também têm galpões onde se preparam para os desfiles e é lá que rola esses ensaios, que começam dentro dos galpões e depois ganham as ruas. Talvez eles não tenham as mesmas pretensões das escolas de samba – visando lucros exorbitantes – e é aí que mora a beleza desses ensaios, vizinhos se reúnem, saem de suas casas, idoso dançam nas calçadas, crianças ensaiam seus primeiros passos de Candombe e as bailarinas da comissão de frente se divertem, acima de tudo por estarem representando suas comunidades. Se você estiver em Montevideo entre janeiro e fevereiro vá até os bairros Palermo ou Sur e acompanhe um desses ensaios, certamente você irá se surpreender.

3 - Deitar em um banco da rambla para ver o pôr do Sol – O pôr do sol do Uruguai é aclamado como um dos mais belos do mundo por muita gente e não há nem um pouco de exagero nisso, ver o sol se pôr da rambla é maravilhoso. Aproveite um fim de tarde, leve seu mate – se você gostar ou pelo menos quiser provar essa bebida tão presente no cotidiano da cidade – escolha um banco, sente-se ou deite-se e delicie-se com esse espetáculo da natureza. Depois você ainda pode aproveitar a brisa fresca, para caminhar, correr, andar de bicicleta ou de patins pela rambla, que é linda do começo ao fim.

4 - Chopp na Plaza del Entrevero – A plaza del Entrevero fica bem no coração da 18. É sempre muito iluminada para o natal e aos finais de semana é um palco para dançarinos de tango da terceira idade, por isso você pode ouvir as pessoas se referindo a ela também como: Praça do Tango. Na praça tem um La Passiva – rede de restaurantes tradicional no Uruguay -  e é lá que você deve sentar para curtir o movimento e pedir um chopp para se refrescar e passar bons momentos conversando com seus amigos brasileiros, uruguaios ou de qualquer lugar do mundo.

5 - Ler um livro na Plaza Independencia – A plaza Independencia sem dúvidas é um dos locais mais procurados por turistas frenéticos com suas câmeras digitais dispostos a fotografar tudo, também pudera, além do monumento do Artigas, é de lá que se tem o melhor ângulo do Palácio Salvo, além de ficar do ladinho da Puerta de la Ciudadela. Mas a plaza pode ser também um lugar muito tranquilo, com uma brisa refrescante all the time. Procure um banco, ou um lugar na grama e leia um bom livro, apreciando a beleza do local e paz que ele pode proporcionar.

6 - Caminhar pela 18 em qualquer hora do dia ou da noite – A avenida 18 de julho é a veia principal da cidade, caminhar por ela sem rumo, apenas apreciando a paisagem, as pessoas, as vitrines – comparando com as nossas e não entendendo aquele gosto por sapatos – por si só já é uma experiência muito prazerosa. Ao longo da 18 existem algumas praças e alguns prédios com uma linda arquitetura.  Vale a pena bater perna!

7 - Visitar o Mirante da Intendência - Em cima do prédio da intendência – prefeitura de Montevideo – fica o mirante de onde é possível ter umas das vistas mais espetaculares da cidade. A visão de 360° graus é obtida do 22º piso e é uma visita gratuita. Todo o prédio da intendência é amplamente utilizado pela comunidade, sempre tem atrativos para as crianças e em frente ao prédio em noites de jogos da seleção uruguaia um telão fica em funcionamento, para quem quiser assistir ao jogo. 

8 - Comer um pancho ou um chivitto no Rodó – O parque Rodó é lindo, super arborizado, pertinho da rambla, com árvores, lagos, festivais e tudo mais que um grande parque urbano tem, vale muito a pena passar uma tarde de domingo e aproveitar o momento para comer algumas das iguarias típicas do Uruguay, um Chivitto ou um pancho, é fácil encontrar e sem dúvidas ninguém irá se arrepender.

9 - Tomar um medio y medio no Mercado del Puerto e comer um entrecot – Dessa vez não tem como sair do clichê, uma visita ao Mercado del Puerto está em todo roteiro típico e não encontrei maneira de o retirar do meu. É imperdível e estando lá prove uma das melhores carnes do mundo... Coma um entrecot e aproveite para conhecer o medio y medio, bebida típica do Uruguay que é uma combinação de vinho branco com champanhe.


10 - Caminhar pela Ciudade Vieja, fazendo uma visita ao Café Brasilero – tenho uma queda pela Ciudade Vieja, não só por guardar a histórias dos primórdios de Montevideo mas, por ter sido duas vezes a minha casa enquanto eu passava longas temporadas por lá, então sugiro o passeio por aquelas ruas e praças. Aproveite que está na Ciudade Vieja e conheça o Café Brasilero, um café super charmoso, que tem mais de 100 anos de história, figura como o café mais antigo da cidade, e era considerada a segunda casa de Galeano. O local mantém as características de sua construção, é quase uma viagem no tempo!

Bom, espero que essas dicas ajudem a todos conhecerem um pouquinho do Uruguay que eu conheci e pelo qual me apaixonei.


2 comentários:

  1. Oi Carol! Que texto hermoso! Linda forma de experimentar Montevidéu. Muito bem escrito e com dicas sensacionais. Adorei!!!

    Depois visite o meu blog onde estou explorando cada cantinho dessa cidade que tanto curtimos!

    Até mais!

    Sérgio.

    ResponderExcluir