quarta-feira, abril 23, 2014

Viagem de Estudo Balneário Camboriú

No último dia 16 de Abril os alunos do Ensino Médio Inovador da Escola de Educação Básica Silva Jardim realizaram uma viagem de estudo até a cidade de Balneário Camboriú. O itinerário contava com visita ao zoológico Cyro Gevaerd e ao Parque Unipraias, com intuito de conhecer, estudar e explorar a fauna e a flora da Mata Atlântica.
Partindo às seis horas da manhã da praça central da cidade, tivemos uma parada para o café e chegamos ao balneário mais conhecido do Estado pouco antes das dez horas da manhã. Ao chegarmos, nosso primeiro destino foi o zoológico. Lá conhecemos um pouco mais sobre a Anta, o animal que por sofrer muito preconceito diante da sociedade, estava em destaque no Zoo esse mês, assim recebemos o material intitulado “Minha amiga é uma Anta” com várias informações sobre o mamífero.
Após conhecermos o animal, os alunos se dividiram para dar início a sua pesquisa de campo. Eles puderam fotografar os animais e por meio das placas informativas obtiveram as informações necessárias para elaborarem suas fichas, material que posteriormente ficará disponível na biblioteca da escola para futuras pesquisas.
De lá seguimos até o complexo do parque Unipraias, almoçamos no restaurante “Vikigns”, que fica na estação Barra Sul de frente para o mar, dali podemos apreciar o vai e vem dos bondinhos. Após o almoço enquanto aguardávamos a hora de subir até a estação Mata Atlântica passeamos pelo molhe. O molhe da Barra é um atrativo de 452 metros de comprimento pavimentado em madeira. A forma de animais marinhos da região estampados no piso faz do molhe da Barra um lindo lugar. Além disso, ainda há um moderno sistema de paisagismo e uma vista maravilhosa de toda a orla e da cidade de Balneário.
As 14:00 horas embarcamos no bondinho. Muitos estavam apreensivos, com um certo receio de subir devido a altura, porém bastou contemplar a vista para o medo passar - na verdade na foi bem assim com minha amiga Charlene que passou todo o trajeto em um dilema entre mandar eu não falar nada e informar em que ponto estávamos, foi realmente muito difícil sabe o que fazer. Durante o trajeto, é possível ter vista panorâmica da Praia Central da cidade e da Praia de Laranjeiras, dois dos locais mais visitados por turistas, além disso, do bondinho é possível ter toda a vista da Mata pela qual o parque é rodeado, uma Reserva Particular de Patrimônio Natural, RPPN e que conta com uma área de 202 mil metros quadrados. O local, antes da instalação do parque, em 1999, era utilizado para a exploração de pedras. Ao todo, 47 bondinhos percorrem cerca de três quilômetros sobre a mata. No topo do Morro, na Estação Mata Atlântica, os alunos e professores puderam percorrer trilhas, guiados por duas Biólogas e também conhecer os mirantes.
No Parque Ambiental é possível também observar animais e árvores típicos de Mata Atlântica. Durante todo o passeio orientado pelas Guias, em paradas estratégicas, recebemos informações e orientações sobre todo o ecossistema da Mata Atlântica. Ao todo, são 500 metros de passarelas e trilhas em meio à mata. Entre as atrações do parque estão o Arvorismo, o Youhooo! e o Zip Rider, aventuras  radicais que alguns alunos, após o café da tarde resolveram encarar.Enquanto isso outro grupo permaneceu no mirante contemplando a paisagem. Antes de retornarmos, visitamos a estação laranjeiras e após algum tempo na fila conversando com alguns turistas uruguaios nos dirigimos ao ônibus para voltarmos para Alfredo Wagner.
Os alunos foram acompanhados pelas orientadoras de leitura e convivência, pelos professores de Biologia, Informática, Educação Física e Inglês e ao longo dessa semana estarão finalizando os trabalhos referentes à saída de campo.  Vale a pena registrar que conheci o lado cantora de Dona Eliziane que em minha vida também é conhecida como a mãe de minhas melhores amigas e nessa viagem pude perceber o quanto elas puxaram a ela, pois nos divertimos muitos, mostando inclusive o quanto somos poliglotas. =P


Nenhum comentário:

Postar um comentário