quarta-feira, agosto 28, 2019

Just my imagination



Quando eu era criança, ainda nos anos 90, eu ouvi em uma novela, uma música que chamou minha atenção. Eu não sabia de quem era a canção, muito menos o que significava a letra, mas a melodia, a intensidade da voz da cantora, tudo me fazia querer ouvi-la o tempo todo. O nome da tal música era "Linger" e sempre que podia, a pequena Carol estava ouvindo ela. Aqueles acordes já me faziam suspirar e me levavam para um lugar que eu não sabia direito qual era.
O tempo passou e eu descobri que a música que eu gostava quando criança, anos antes, era da mesma banda que tinha outras músicas maravilhosas. Eu me tornei um fã do The Cranberries e descobri que eles eram de Limerick.
Mas onde ficava Limerick? Ficava naquela ilha cercada pelo atlântico?
Em 2017, quando recebi a notícia de que eu iria para a Irlanda no ano seguinte, ironicamente eu não associei o nome da cidade que eu iria me hospedar ao da banda e só quando eu já estava aqui em Limerick e me peguei cantarolando “Dreams” enquanto visitava uma escola é que a ficha caiu. Eu estava na cidade onde tudo começou.
Hoje aqui estou, nessa ilha perdida no meio do atlântico onde todo mundo conhece a Dolores, Mike, Noel e Fergal Lawler. Minha professora praticamente foi testemunha ocular do dia em que Dolores, a menina tímida que estudava na mesma escola  que ela, – aquela mesma que eu estava visitando quando cantarolei a música - cantou pela primeira vez para os três garotos e entrou na banda.
Ok, qual é o ponto de eu estar contando isso tudo?
Não sei, só me deu vontade de escrever sobre isso, pois a vida é muito imprevisível. A Carol de 7 anos de idade nunca sonhou em estar vivendo tão longe de casa. Essa mesma Carol que não entendia direito a trama da novela onde costumava ouvir a música (A Viagem), hoje acredita que a conexão dela com a Irlanda deve ser de outras vidas.
Eu não consigo explicar a conexão que tenho com esse lugar. Foi amor à primeira vez, como se durante toda a minha vida eu estivesse esperando por esse momento.
Limerick já estava gravado em meu coração, mesmo antes de eu colocar meus pés aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário